Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Minerva reduz prejuízo em 37%, mas ações operam com queda de mais de 2%

13/11/2019 - 12:17
Minerva
As ações da Minérva operam em queda, a companhia informou ontem que encerrou o terceiro trimestre do ano com prejuízo de R$ 82,7 milhões (Imagem: Gustavo Kahil/ Money Times)

Por Investing.com

A diminuição do prejuízo no terceiro trimestre do ano não foi suficiente para que as ações da Minerva (BEEF3) ficassem no terreno positivo na manhã desta quarta-feira na B3. A companhia informou ontem que encerrou o terceiro trimestre do ano com prejuízo de R$ 82,7 milhões, o que representa uma melhora de 37,3% na comparação anual, sendo que um ano atrás o resultado foi de perdas de R$ 132 milhões.

Com isso, por volta das 12h13, os papéis eram negociados com desvalorização de 2,31%.

A companhia informou que, ajustado por efeitos não-caixa e antes da apuração do IR e CS, o resultado do período teria sido positivo em R$ 93,4 milhões. Já o Ebitda foi de R$ 454,5 milhões, uma alta de 1,2%, com uma margem de 3,8% ( queda de 1 ,2 ponto percentual em 12 meses.). Já a receita líquida alcançou R$ 4,5 bilhões, ganhos de 4% na comparação anual.

O frigorífico destacou ainda que o volume consolidado de abate totalizou 943,9 mil cabeças, aumento de 5% na comparação anual.

O BTG Pactual (BPAC11) destaca que deve atualizar em breve as estimativas, incorporando o resultado recente da Minerva. Os analistas esperam que a companhia acompanhe o forte momento do quarto trimestre, com câmbio favorável, spreads de exportação sólidos no Brasil e na Argentina e exportações crescentes de carne bovina, traduzindo-se em margens fortes e FCF.

Para 2020, a equipe do banco segue confiante com a estimativa de EBITDA de R$ 1,9 bilhão, o que deve permitir que a Minerva continue entregando as previsões de rendimento de dois dígitos no FCF.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Rafael Borges - 13/11/2019 - 12:18