Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Ministério da Saúde tira do ar aplicativo que receita medicamentos sem eficácia para tratar Covid-19

21/01/2021 - 17:33
Ministerio da Saúde
Procurado, o Ministério da Saúde informou que o sistema, lançado no dia 14, seria um projeto-piloto e não estava funcionando oficialmente (Imagem: REUTERS/Diego Vara)

O Ministério da Saúde retirou do ar nesta quinta-feira o aplicativo TrateCov, usado para recomendar o tratamento para pacientes da Covid-19 com medicamentos sem efeitos comprovados contra a doença.

O aplicativo, que recebeu críticas contundentes de especialistas e associações médicas, saiu do ar na manhã desta quinta-feira.

Procurado, o Ministério da Saúde informou que o sistema, lançado no dia 14, seria um projeto-piloto e não estava funcionando oficialmente.

O ministério alegou ainda que “o sistema foi invadido e ativado indevidamente”, e essa teria sido a razão de ser retirado do ar, mas acrescentou que a retirada é “momentânea”.

O TrateCov foi lançado em Manaus pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e, de acordo com o ministério, seria indicado para profissionais de saúde.

Em nota publicada em sua página, o ministério diz que a plataforma é direcionada a profissionais de saúde para “aprimorar e agilizar os diagnósticos da Covid-19” e ajudar “o atendimento e resposta adequados para o paciente de acordo com cada caso”.

O aplicativo, no entanto, permitia que qualquer pessoa tivesse acesso e, com o preenchimento de alguns dados simples como nome, idade, peso e presença de comorbidades, recebesse a indicação dos medicamentos.

Entre eles, cloroquina, hidroxicloroquina, ivermectina e outros quatro remédios que deveriam ser tomados todos juntos.

Simulações feitas pela Reuters mostraram que independentemente da idade, peso, presença ou não de comorbidades e sintomas leves ou não, o pacote de medicamentos indicado era sempre o mesmo e com as mesmas quantidades.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 21/01/2021 - 17:33