Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ministro britânico diz que finanças públicas estão em trajetória “insustentável”

26/11/2020 - 11:24
Rishi Sunak
“(Há) máximas recordes em tempo de paz em empréstimos e dívida, e as projeções que saíram ontem nos mostram em uma trajetória em que o nível continua bastante elevado, então não é uma posição sustentável”, disse Sunak (Imagem: REUTERS/Toby Melville)

O ministro britânico das Finanças, Rishi Sunak, afirmou nesta quinta-feira que o endividamento público recorde não deve cair rápido o suficiente para ser sustentável, o mais perto que ele já chegou de reconhecer que será necessário elevar os impostos quando a pandemia acabar.

“(Há) máximas recordes em tempo de paz em empréstimos e dívida, e as projeções que saíram ontem nos mostram em uma trajetória em que o nível continua bastante elevado, então não é uma posição sustentável”, disse Sunak à BBC.

Sunak recusou-se a se comprometer especificamente com aumentos de impostos, dizendo que qualquer decisão precisará aguardar o comunicado sobre Orçamento anual que deve sair no início do próximo ano.

Anteriormente ele falou que escolhas difíceis precisarão ser feitas sobre as finanças públicas após a pandemia, que matou mais de 55 mil pessoas no Reino Unido e levou ao maior colapso da atividade econômica em mais de 300 anos.

“Assim que passarmos por isso e tivermos mais certeza sobre o cenário econômico, precisaremos olhar como podemos garantir que tenhamos um conjunto forte de finanças públicas”, acrescentou ele nesta quinta-feira.

O Escritório para Responsabilidade Orçamentária projetou na quarta-feira que o déficit orçamentário atingirá o nível mais alto desde a Segunda Guerra Mundial a 19% do Produto Interno Bruto este ano, antes de cair a 7,4% em 2021/22 e então chegar a 4% do PIB – acima dos níveis pré-pandemia.

O governo britânico precisaria encontrar 29 bilhões de libras –pouco acima de 1% do PIB– para equilibrar os gastos do dia a dia com receitas de impostos até o fim do período projetado, disse.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 26/11/2020 - 11:24