Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte é substituído, diz NK News

18/01/2020 - 17:15
Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho
O substituto ainda não foi identificado, mas Pyongyang deve revelá-lo por volta da próxima quinta-feira (Imagem: Fred Dufour/Pool via REUTERS)

O ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong, foi substituído, informou a NK News, baseada em Seul, neste sábado.

O substituto de Ri ainda não foi identificado, mas Pyongyang deve revelá-lo por volta da próxima quinta-feira,  afirmou a reportagem, citando fontes anônimas.

O ministério da Unificação da Coreia do Sul, que lida com assuntos relacionados à Coreia do Norte, afirmou que qualquer mudança no status de Ri deveria ser avaliada cautelosamente.

Nascido em 1956, Ri é filho de Ri Myong Je, ex-vice-diretor do Departamento de Organização e Orientação (OGD, sigla em inglês), órgão dentro do Partido dos Trabalhadores que supervisiona a nomeação de posições administrativas dentro do Estado, segundo o ministério da unificação da Coreia do Sul.

Seu pai também foi editor da Agência de Notícias da Coreia Central (KCNA), veículo estatal que publica a propaganda de Pyongyang por meio de comunicados.

Fluente em inglês, aluno da importante Universidade de Línguas Estrangeiras de Pyongyang, Ri ocupou uma série de postos de alto nível ao longo dos anos, lidando com o Ocidente.

Entre 2003 e 2007, ele foi o embaixador da Coreia do Norte em Londres e serviu como vice-ministro das Relações Exteriores, representando a Coreia do Norte em discussões entre seis partes sobre o programa nuclear norte-coreano.

Ri não compareceu à reunião anual de líderes mundiais nas Nações Unidas, em setembro. Ele participou dessa reunião em Nova York três anos, entre 2016 e 2018.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 18/01/2020 - 17:17