Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ministro do STF nega soltura da namorada do doleiro Dario Messer

19/12/2019 - 17:24
STF
Myra foi presa pela PF no mês passado, após a investigação do caso apontar que ela fazia viagens frequentes ao Paraguai (Imagem: Twitter STF)

O ministro do Supremo Tribuinal Federal (STF) Gilmar Mendes negou hoje (19) pedido para soltar Myra de Oliveira Athayde, namorada do doleiro Dario Messer, também preso na Operação Patrón, da Polícia Federal (PF). Na decisão, o ministro entendeu que não há ilegalidade no decreto de prisão emitido pela Justiça Federal do Rio de Janeiro.

Myra foi presa pela PF no mês passado, após a investigação do caso apontar que ela fazia viagens frequentes ao Paraguai para visitar o doleiro, que estava foragido.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Na Operação Patrón, um desdobramento da Operação Lava Jato no Rio, são investigados os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, em um suposto esquema envolvendo o doleiro Dario Messer, preso em julho no Brasil.

De acordo com as investigações, mensagens de WhatsApp atestaram o auxílio de autoridades paraguaias e outros cidadãos para Messer ficar foragido. Por esses dados, constatou-se que a organização criminosa disponibilizou pelo menos US$ 2,5 milhões a Messer.

Última atualização por Bruno Andrade - 19/12/2019 - 17:24