Economia

Ministros da Zona do Euro mostram preocupação com impacto da inflação sobre crescimento

02 fev 2022, 11:45 - atualizado em 02 fev 2022, 11:45
Zona do Euro
A inflação na zona do euro registrou nova taxa recorde de 5,1% em dezembro, contrariando expectativas de desaceleração acentuada (Imagem: Pixabay)

O aumento da inflação está prejudicando o crescimento na zona do euro e os ministros de Finanças locais estão naturalmente preocupados, disse o presidente do grupo de ministros, Paschal Donohoe, ao comitê econômico do Parlamento Europeu nesta quarta-feira.

A inflação na zona do euro registrou nova taxa recorde de 5,1% em dezembro, contrariando expectativas de desaceleração acentuada e aumentando as dúvidas já abundantes sobre se as pressões sobre os preços são tão benignas e temporárias quanto o Banco Central Europeu (BCE) espera.

Donohoe disse estar confiante de que o BCE fará o possível para conter o crescimento dos preços, mas que o banco não poderá resolver os problemas de oferta que estão por trás de grande parte das pressões inflacionárias.

Ele também disse que seria razoável esperar que os governos da zona do euro forneçam menos apoio fiscal às economias em 2023 do que agora, à medida que a recuperação econômica se fortalece.

Ele afirmou que os ministros terão cuidado para não criar um “efeito penhasco” na redução do suporte e que as circunstâncias específicas de cada país serão levadas em consideração na decisão sobre uma postura fiscal para a zona do euro como um todo.