Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Money Insider: as 11 análises que você deveria ter lido

29/09/2017 - 2:37

Este é o Money Insider com as principais recomendações do Money Times:

Itaú BBA/ Top 5 – O Itaú BBA retirou as ações do Pão de Açúcar (PCAR4) e Cosan (CSAN3) para dar lugar aos papéis da Lojas Americanas (LAME4) e Vale (VALE3), mostra um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (28). Leia

Equatorial/ UBS – O UBS avalia que o momento atual do Brasil é único para o investimento em ativos relacionados ao segmento de transmissão de energia, mostra um relatório enviado a clientes e assinado por Marcelo Sa e Fernando Zorzi. Para o banco, as ações da Equatorial (EQTL3) são as preferidas no setor. O preço-alvo foi elevado de R$ 65 para R$ 75. A recomendação de compra foi reiterada. Leia

Citi/ Automóveis – O Citi reiterou a sua recomendação de compra para as ações da Iochpe-Maxion (MYPK3), Metal Leve (LEVE3) e Tupy (TUPY3) no setor automotivo, mostra um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira. Os papéis da Marcopolo (POMO4) e Randon (RAPT4) têm a indicação de venda. Leia

Bradesco/ Papel & Celulose – O Bradesco revisou para cima nesta quinta-feira os preços-alvos para as ações da Fibria (FIBR3), Klabin (KLBN11) e Suzano (SUZB5), mostra um relatório enviado a clientes. Os analistas Thiago Lofiego e Aloisio Lemos aumentaram a expectativa para os preços da celulose em cerca de 10% ao longo da curva esperada. Leia

Cemig/ Itaú BBA – A decisão da Cemig (CMIG4) de não participar nos leilões das usinas, anteriormente pertencentes a ela, pode ser considerada positiva. Esta é a avaliação do analista Pedro Manfredini do Itaú BBA, segundo um relatório enviado a clientes neta quinta-feira (28). Leia

IMC/ Santander – As ações da IMC (MEAL3) têm potencial adicional de aproximadamente 32% até o final de 2018, avalia o Santander em um relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (28). O preço-alvo definido foi de R$ 13,50 (de R$ 10,50) e a recomendação de compra foi reiterada. Leia

Petrobras/ Credit Suisse – A Petrobras (PETR3; PETR4) foi seletiva, mas apostou grande nos blocos em que arrematou na 14ª rodada de licitação de blocos exploratórios de petróleo promovida pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), na quarta-feira (27), avalia o Credit Suisse em um relatório. Leia

Bradesco/ Tenda – A ação da Tenda (TEND3) é a mais descontada no setor imobiliário, avalia o Bradesco em um relatório enviado a clientes. A recomendação de compra foi reiterada e o preço-alvo elevado de R$ 20 para R$ 22. Leia

Bradesco/ Itaú– A equipe de análise do Bradesco avalia que o Itaú (ITUB4) tende a pagar aproximadamente 80% do seu lucro para os acionistas em 2017 e 2018, mostra um relatório enviado a clientes e assinado pelos analistas Rafael Frade e Aloisio Villeth Lemos. Leia

Credit Suisse/ Papel & Celulose – O Credit Suisse anunciou uma revisão para cima dos preços-alvos das ações da Fibria (FIBR3) e Suzano (SUZB5), mostra um relatório enviado a clientes na noite desta quarta-feira (27). A recomendação outperform, equivalente à compra, foi mantida para a Fibria – a preferida – e Suzano. Klabin (KLBN11) continua com a indicação neutral e o mesmo valor estimado para suas units. Leia

Usiminas/ HSBC – A equipe do banco rebaixou a recomendação às ações da Usiminas de compra para manutenção.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre:

Última atualização por - 05/11/2017 - 13:54

Cotações Crypto
Pela Web