Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mosaico: lucro cai 57,2% no quarto trimestre e vai a R$ 26,5 milhões

25/03/2021 - 22:02
Buscapé, Mosaico
Segundo a empresa, a queda foi puxada pela compra vantajosa do site Buscapé. Ajustando por esse efeito, o lucro foi 36,4% menor (Imagem: Facebook/Buscapé)

Em sua primeira divulgação de resultados no pós-IPO, a Mosaico (MOSI3) apresentou queda de 57,2% no lucro líquido do quarto trimestre de 2020 ante o mesmo período de 2019, para R$ 26,5 milhões, mostra documento enviado ao mercado nesta quinta-feira (25).

Segundo a empresa, a redução foi puxada pela compra vantajosa do site Buscapé. Ajustando por esse efeito, o lucro foi 36,4% menor.

No ano, o lucro líquido totalizou R$ 60,4 milhões, redução de 5,5%, refletindo o desempenho operacional apresentado anteriormente e o efeito do imposto diferido decorrente do prejuízo fiscal de exercícios anteriores.

O Ebitda, que mede o resultado operacional, ajustado caiu 45,3%, para R$ 12,5 milhões. Apesar disso, no ano, o indicador disparou 174,4%, indo a R$ 71,5 milhões.

“Já no quarto trimestre, a aceleração das despesas com marketing institucional (branding) teve impacto direto no Ebitda recorrente”, informou.

A receita líquida subiu 29,5%, para R$ 70,6 milhões. No acumulado, houve salto de 103% no número, totalizando R$ 231 milhões.

Em 2020, a Mosaico teve 960 milhões de visitas, o que representa um crescimento de 125% na comparação ano-a-ano, e um aumento de 112% na média mensal de visitantes únicos.

“O ano de 2020 foi um período de incertezas geradas pela pandemia da Covid-19 e a maior crise sanitária da história. E nossa estratégia foi a de reforçar o compromisso de apoiar ainda mais os nossos colaboradores, consumidores e parceiros nesse momento”, afirma Thiago Flores, CEO da Mosaico

Mosaico Buscapé
A empresa também informou que planeja lançar um serviço de cashback em maio de 2021 (Imagem: Divulgação/Mosaico)

“Os resultados refletem essa visão de fortalecer nossa operação e oferecer soluções e serviços que contribuam cada vez mais em toda a jornada de compras online”, complementa.

No período, o GMV (Gross Merchandising Volume ou Volume Bruto de Mercadorias) originado a partir das plataformas de Mosaico para os lojistas parceiros totalizou R$ 4,2 bilhões, crescimento de 122,3% na comparação com 2019.

Já no quarto trimestre, o GMV originado pelas lojas parceiras teve crescimento de 37%, enquanto a receita bruta apresentou acréscimo de 30%, “desempenho que reflete os impactos que a pandemia teve na sazonalidade de compras no varejo eletrônico”, disse.

Novo cashback

A empresa também informou que planeja lançar um serviço de cashback em maio de 2021.

O objetivo, segundo a companhia, é aumentar a presença da empresa na fase final da jornada de compras, permitindo incrementar o GMV originado para os lojistas parceiros, elevar a recorrência das visitas em suas plataformas e aumentar a quantidade de dados sobre os consumidores.

“A implementação do cashback reforça a parceria estratégica com o BTG Pactual (BPAC11), responsável pela implementação da carteira digital do programa de cashback”, disse.

O acordo também prevê a oferta de serviços financeiros para usuários da Mosaico e o desenvolvimento de uma plataforma de e-commerce com uma das marcas de Mosaico para os clientes do BTG+, banco digital de varejo do grupo.

Veja o resultado:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 26/03/2021 - 15:01

Pela Web