Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

MPF cobra informações de governadores sobre hospitais de campanha desativados

19/04/2021 - 21:26
Hospital Coronavírus
(Imagem: Andréa Rêgo Barros/PCR)

O Ministério Público Federal (MPF) enviou um pedido de informações complementares a todos os governadores a respeito da situação dos hospitais de campanha previstos, construídos e desativados nos Estados em meio à pandemia de coronavírus no país.

O ofício tem por objetivo complementar informações requisitadas aos chefes dos executivos estaduais no dia 12 de março, consideradas insuficientes, segundo o MPF. O pedido foi enviado na sexta-feira pela subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, aliada do procurador-geral da República, Augusto Aras.

O pedido da subprocuradora visa obter informações sobre o uso de verbas federais e estaduais na construção de hospitais de campanha — uma das linhas de apuração da CPI da Covid do Senado, que deverá ser instalada formalmente nesta semana.

Em linha com o pedido do MPF, o presidente Jair Bolsonaro tem defendido que repassou bilhões de reais para Estados e municípios manterem as estruturas para enfrenamento à pandemia, como os hospitais de campanha.

Espera-se que a legalização das apostas esportivas seja muito significativa aos impostos

Em nota, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), disse que o colapso da saúde “se deu pela falta de profissionais em praticamente todos os Estados brasileiros, levado pela velocidade de transmissibilidade das novas variantes e pela ausência da coordenação central, do governo federal, que foi avisado e não ajudou na contenção”.

“Não era razoável manter por vários meses hospitais de campanha a um custo diário por cada leito e de julho para frente foi assim, e ainda tendo disponibilidades de leitos permanentes. O problema não foi cama ou mesmo respirador, desta vez foi falta de profissionais que são necessários especializados em Unidade de Tratamento Intensivo – UTI, especialmente: médicos intensivistas, anestesistas, cardiologistas, neurologistas etc”, afirmou.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , , , ,

Última atualização por Bruno Andrade - 19/04/2021 - 21:26

Pela Web