Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

MRV avança com divulgação de prévia operacional do quarto trimestre

16/01/2019 - 11:18

MRV

Por Investing.com – Nos primeiros negócios da manhã desta quarta-feira na bolsa paulista, as ações da MRV Engenharia (MRVE3) operam com valorização de 0,87% a R$ 13,92. O mercado reage aos dados operacionais divulgados pela companhia no final da tarde de ontem, referente ao quarto trimestre de 2018.

Chegou o Pré-Market Money Times! CADASTRE AGORA e Receba antes do mercado

A incorporadora elevou em 33,5% os lançamentos de imóveis no quarto trimestre ante igual período de 2017, para R$ 2,23 bilhões, enquanto as vendas contratadas ficaram praticamente estáveis em R$ 1,73 bilhão, informou a maior construtora da América Latina nesta terça-feira.

Depois de fechar 2018 com queda acumulada de 2,29%, as ações da MRV acumulam valorização de 11,65%, puxadas pelo otimismo do mercado com a recuperação da economia e também com melhor desempenho do setor.

“A maior parte dos lançamentos aconteceu em dezembro, então faltou tempo para vendermos quantidade boa desses lançamentos”, explicou o copresidente da MRV, Rafael Menin, referindo-se ao descompasso entre os valores lançados e vendidos.

Além disso, instabilidades no sistema da Caixa Econômica Federal, que em novembro suspendeu a contratação de novas unidades habitacionais na faixa 1.5 do Minha Casa Minha Vida (MCMV) por falta de recursos, afetaram o repasse de imóveis, contou o executivo.

Como resultado, a MRV deixou de computar 279 milhões de reais em vendas.

Menin também citou ajustes nas regras de subsídios da faixa 1.5, que comprometeram algumas negociações. “Voltamos atrás e preferimos refazer com base na nova regra da Caixa, então a venda da faixa 1.5 foi muito menor desde 15 dezembro”, disse.

Anteriormente, a condição para uma família obter o subsídio máximo de 47.500 reais era uma renda mensal bruta de até 1.600 reais, limite que agora foi reduzido para 1.200 reais.

Em 2018, a MRV lançou 6,42 bilhões de reais em imóveis, superando em 14,2 por cento o desempenho de 2017. Já as vendas contratadas subiram 2,7 por cento, a 6,2 bilhões de reais.

Para 2019, Menin afirmou que a companhia deve crescer em vendas e lançamentos, dados os sinais de retomada da economia, bem como a entrada da Letra Imobiliária Garantida (LIG) como uma fonte adicional de financiamento para o setor.

No primeiro trimestre, a MRV deve lançar mais que no mesmo período de 2018, disse o executivo, destacando a expectativa de normalização nas operações da Caixa. “O governo está fechando orçamento e deve bater martelo sobre os subsídios (à habitação) em breve… Não é ponto de preocupação”, afirmou.

Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Bruno Andrade - 16/01/2019 - 11:20

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto