Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mulheres são promovidas em entretenimento, mas não ao topo

23/02/2020 - 19:21
O avanço das mulheres na escada corporativa começa a desacelerar à medida que se aproximam do topo (Imagem: Pixabay)

Mulheres ocupam apenas cerca de 25% dos cargos mais altos em empresas de mídia e entretenimento, apesar de serem promovidas com mais frequência, segundo nova pesquisa que revela a desigualdade de gênero no setor.

Mulheres representam metade da força de trabalho no setor de mídia e entretenimento. Elas pedem para serem promovidas com mais frequência do que os homens e assumem cargos de gerência a uma taxa duas vezes maior do que a deles, segundo relatório da consultoria McKinsey & Co.

Mas o avanço das mulheres na escada corporativa começa a desacelerar à medida que se aproximam do topo. Quase metade das 1.700 pessoas que responderam à pesquisa da McKinsey disseram que as mulheres são julgadas por padrões diferentes dos homens nesse setor.

Mulheres na mídia e no entretenimento “experimentam ambiente de trabalho mais hostil do que os homens e enfrentam um teto de vidro que as impede de alcançar os principais papéis de liderança”, diz o estudo.

A pesquisa analisou empresas nos segmentos de notícias, cinema, marketing, vendas de ingressos, gestão de eventos e esportes. Embora as mulheres representem apenas 27% dos cargos de liderança nessas áreas, o número é um pouco melhor do que os 21% das mulheres que ocupam esses postos em todos os setores.

Quando empresas de mídia e entretenimento contratam profissionais de fora para cargos executivos, escolhem um homem em 79% das vezes, segundo o estudo.

Mulheres não brancas são especialmente sub-representadas e ocupam apenas 4% das posições executivas do alto escalão, segundo a pesquisa.

O relatório sugere maneiras de diminuir a desigualdade de gênero, como o mandato de que empresas considerem a contratação a partir de uma lista de candidatos que inclua mulheres e minorias e a nomeação de mulheres para assentos no conselho para que possam influenciar a paridade de gênero em cargos de nível sênior.

Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Vitória Fernandes - 21/02/2020 - 14:01

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado de carreira?
Receba todo domingo as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto