Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Netflix: forte crescimento de assinaturas é crucial para evitar que a ação afunde

21/01/2020 - 11:13
A Netflix adicionou 6,77 milhões de assinantes no terceiro trimestre

Quando a gigante do streaming Netflix (NFLX) divulgar seu balanço do quarto trimestre ao final do dia de hoje, deverá mostrar que continua adicionando assinantes pagos a um ritmo suficiente para se manter à frente da concorrência.

A alta de 25% da ação desde a mínima de setembro indica que os investidores já precificaram o resultado em suas expectativas. Depois que seus resultados ficaram aquém das expectativas dos analistas no segundo trimestre, a Netflix adicionou 6,77 milhões de assinantes no terceiro trimestre, graças a um crescimento acima do esperado no exterior.

Isso ajudou a diminuir o receio dos investidores de que o crescimento da empresa havia atingido o pico, justamente no momento em que novos concorrentes de peso, como Disney (DIS) e Apple (AAPL), haviam lançado seus próprios serviços de streaming.

Preocupações com a concorrência e a estagnação do crescimento da Netflix em seu mercado doméstico explicam o baixo desempenho do papel nos últimos 12 meses. Suas ações praticamente não deram retorno nesse período, enquanto outras grandes ações de tecnologia registravam recordes. A Netflix fechou a sexta-feira cotada a US$ 339,67, uma queda de 20% em relação à máxima histórica atingida em junho de 2018.

Netflix gráfico semanal
Netflix gráfico semanal

Os resultados de hoje representam um importante teste para a ação, na medida em que será o primeiro balanço da companhia desde o lançamento do serviço de streaming Disney+, que atraiu milhões de assinantes quase que instantaneamente.

A NBCUniversal, da Comcast (CMCSA), revelou sua própria plataforma de streaming na semana passada, enquanto a WarnerMedia, da AT&T (T), deve lançar o seu próprio serviço em maio.

Crescimento vs. despesas

O maior desafio da Netflix nesse cenário dinâmico é manter o equilíbrio fino entre crescimento e despesas. O enorme conteúdo e orçamento de marketing da empresa só serão justificados se ela adicionar mais assinantes.

Se isso não acontecer, a ação terá que refletir essa realidade, principalmente porque a Netflix está contraindo dívidas para impulsionar seu crescimento. A expectativa é que a empresa queime cerca de US$ 2,7 bilhões de caixa neste ano.

Financiar o crescimento através de dívidas é um modelo arriscado, o que torna os papéis da Netflix vulneráveis. A empresa sediada em Los Gatos, Califórnia, continuará usando o mercado de títulos de risco para financiar seus custos de programação, que devem totalizar cerca de US$ 15 bilhões neste ano.

Netflix
A Netflix a aumentar seu lucro e receita, mas essa estratégia tem seus próprios riscos (Imagem: Gustavo Kahil/ Money Times)

Mas, e se o crescimento do número de assinantes em seu mercado mais lucrativo continuar desacelerando e a companhia seguir gastando mais a cada ano para cobrir o custo do seu sucesso?

As recentes elevações das mensalidades ajudaram a Netflix a aumentar seu lucro e receita, mas essa estratégia tem seus próprios riscos, principalmente diante da disponibilidade de mais opções de streaming aos consumidores.

Após as elevações das assinaturas no ano passado, a Netflix deve registrar seu crescimento mais fraco nos EUA em anos, adicionando apenas 2,7 milhões de clientes em 2019.

Essas ameaças fazem com que a Netflix seja uma aposta arriscada em 2020. Os traders de opções preveem uma forte oscilação nos papéis da empresa, projetando um movimento de até 7,7% depois que a companhia divulgar seu balanço hoje, de acordo com a fornecedora de dados de mercado Trade Alert. É um movimento acima da média de 6%, considerando os últimos oito balanços.

Resumo

Quando destacamos esses riscos, não significa que não gostamos das ações da Netflix. Em nossa visão, a Netflix é uma grande história de sucesso, que remodelou por completo a indústria de entretenimento na mídia.

Acreditamos que a empresa ainda é capaz de produzir muitos outros trimestres de excelentes resultados com base na força do seu conteúdo, amplo apelo global e tecnologia superior.

Mas, com a concorrência iminente, a elevação de custos com conteúdos e a saturação no mercado doméstico, o caminho adiante não será nada fácil.

Em nossa visão, a Netflix continuará atrás de outras grandes ações de tecnologia, até que os investidores consigam ver um sinal claro de que a empresa está se segurando bem e pode defender o seu território. Um forte crescimento de assinaturas em 2020 é crucial para alcançar esse resultado.

Resultados do 4T2019 serão divulgados na terça-feira, 21 de janeiro, após o fechamento do mercado

Expectativa de receita: US$ 5,45 bilhões; expectativa de lucro por ação: US$ 0,52.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 21/01/2020 - 11:15