Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Nos Países Baixos, caminhão de leite não é coisa do passado

06/01/2020 - 15:26
picnic
Fundada em 2015, a Picnic colocou em circulação uma frota de 1.000 vans elétricas nas ruas dos Países Baixos e da Alemanha (Imagem: Site Picnic)

O caminhão de leite, um serviço de entrega em domicílio que evoluiu de carroças puxadas a cavalo para os primeiros veículos elétricos, é coisa do passado. Será?

Uma empresa de alimentos on-line pouco conhecida, com sede em Amsterdã, resgatou o conceito, mas com um toque moderno.

A Picnic BV tem um conceito chamado de “Milkman 2.0” para entregar mantimentos usando veículos elétricos, com foco em menos desperdício de alimentos e menos quilômetros percorridos. A empresa compra e faz entregas locais, e suas vans têm limite de velocidade de 50 quilômetros por hora.

“Nosso objetivo é criar uma infraestrutura sustentável para a entrega de alimentos”, disse em entrevista por telefone Joris Beckers, cofundador da empresa, de 53 anos.

Fundada em 2015, a Picnic colocou em circulação uma frota de 1.000 vans elétricas nas ruas dos Países Baixos e da Alemanha e planeja adicionar outras “centenas” até o fim de 2020. A empresa diz que o veículo de entrega que projetou e fabricou é totalmente elétrico, “não tem pequenas emissões de partículas e evita o tráfego devido ao seu design reduzido”.

Financiada por investidores que incluem o braço de investimento da família empresarial Fentener van Vlissingen, a empresa levantou 250 milhões de euros (US$ 278 milhões) em uma nova rodada de financiamento em novembro.

Outros investidores incluem De Hoge Dennen Capital, a De Rijke family e Hoyberg, o braço de investimentos da família Hoyer, que é acionista da Heineken.

“Somos de alto crescimento, de alto risco, mas a longo prazo”, disse Beckers.

A empresa usará os recursos para dar continuidade ao crescimento e construir um “centro de atendimento robotizado” para compras on-line em Utrecht, na Holanda. O centro terá como objetivo processar cerca de 150 mil pedidos por semana, diz.

Infraestrutura

O mercado de entrega de alimentos é intensamente competitivo, e o conceito da Picnic não é totalmente original. No Reino Unido, a Ocado está entre os supermercados on-line sem lojas físicas que entregam a partir de seus armazéns. Na Alemanha, a Bringmeister atua no mesmo segmento.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

A Picnic diz que possui 5% de participação de mercado nas cidades mais maduras em que atua. O mercado de mantimentos nos Países Baixos movimenta 40 bilhões de euros e, na Alemanha, é 175 bilhões de euros, segundo a empresa.

Este ano foi recorde para a Picnic, que conquistou quase 300 mil novos clientes nos Países Baixos e na Alemanha. Atualmente, a receita anual da Picnic é de cerca de 300 milhões de euros, mas a empresa está focada em objetivos maiores.

Última atualização por Vitória Fernandes - 06/01/2020 - 15:26