Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

“Nossa soberania é inegociável”, diz Bolsonaro, após Biden criticar desmatamento

Márcio Juliboni
30/09/2020 - 12:09
Jair Bolsonaro
“Lamentável”: para Bolsonaro, Biden não deveria interferir em assuntos internos (REUTERS/ Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro recorreu a suas contas em redes sociais, há pouco, para se manifestar sobre as declarações de Joe Biden, candidato democrata à presidência dos Estados Unidos.

No caótico debate realizado ontem (29) com o presidente Donald Trump, que disputa a reeleição, Biden afirmou que, se vencer, pressionará o Brasil para conter o desmatamento da Amazônia.

Em uma referência explícita ao Brasil, o democrata afirmou que todos os países deveriam se reunir e criar um fundo de US$ 20 bilhões para custear a manutenção da floresta tropical. Caso o país continue com o desmatamento e as queimadas, Biden afirmou que o Brasil enfrentará “consequências econômicas significativas”.

Incorruptível

Pelas redes sociais, Bolsonaro afirmou que “o Brasil mudou” e que ele “não aceita mais subornos, criminosas demarcações ou infundadas ameaças”, e declarou, em letras maiúsculas: “nossa soberania é inegociável”.

Bolsonaro voltou a insistir que seu governo promove “ações sem precedentes para proteger a Amazônia”. E finalizou com um “lamentável, sr. Biden, sob todos os aspectos.”

Veja a íntegra da declaração de Bolsonaro (tal como grafado em suas redes):

“O candidato à presidência dos EUA, Joe Biden, disse ontem que poderia nos pagar U$ 20 bilhões para pararmos de “destruir” a Amazônia ou nos imporia sérias restrições econômicas.
– O que alguns ainda não entenderam é que o Brasil mudou. Hoje, seu Presidente, diferentemente da esquerda, não mais aceita subornos, criminosas demarcações ou infundadas ameaças. NOSSA SOBERANIA É INEGOCIÁVEL.
– Meu governo está realizando ações sem precedentes para proteger a Amazônia. Cooperação dos EUA é bem-vinda, inclusive para projetos de investimento sustentável que criem emprego digno para a população amazônica, tal como tenho conversado com o Presidente Trump.
– A cobiça de alguns países sobre a Amazônia é uma realidade. Contudo, a externação por alguém que disputa o comando de seu país sinaliza claramente abrir mão de uma convivência cordial e profícua.
– Custo entender, como chefe de Estado que reabriu plenamente a sua diplomacia com os Estados Unidos, depois de décadas de governos hostis, tão desastrosa e gratuita declaração.
– Lamentável, Sr. Joe Biden, sob todos os aspectos, lamentável.”

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 30/09/2020 - 12:27

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web