Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Novo carro elétrico da Citroën para jovens entra na disputa por ruas da Europa

03/08/2020 - 17:57
O Citroen Ami, com dois assentos, mais alto do que largo, é classificado como um quadriciclo (Imagem: Divulgação/Citroen PT)

O mais novo veículo elétrico na batalha por espaço nas ruas de Paris comporta apenas dois passageiros, tem velocidade máxima de meros 45 quilômetros por hora e pode ser legalmente conduzido por um adolescente de 14 anos.

Quando for lançado neste mês, o peculiar Citroen Ami se tornará a mais nova estratégia de uma guerra entre as quatro maiores montadoras da Europa pelo domínio na capital francesa. O prêmio não é o de vendas, mas taxas de compartilhamento de apenas centavos por minuto.

Preocupações com o congestionamento e poluição do ar levaram a políticas rigorosas para proprietários de automóveis e obrigaram fabricantes a mudarem de estratégia.

Anne Hidalgo, prefeita de Paris, foi reeleita em junho com uma plataforma ambiental que inclui mais ciclovias e menos veículos poluentes. Isso torna serviços como o compartilhamento de carros uma das poucas maneiras pelas quais as montadoras podem atrair consumidores urbanos no centro econômico e cultural da França.

“O compartilhamento de carros será um negócio real para as montadoras, embora em escala relativamente pequena”, disse Jean-Louis Sempe, analista da Invest Securities, com sede em Paris. “Eles usarão os serviços como salas de exposição e para criar outro tipo de cliente.”

O Citroen Ami, com dois assentos, mais alto do que largo, é classificado como um quadriciclo e, portanto, pode ser conduzido por adolescentes a partir dos 14 anos.

O Ami é “um dispositivo de mobilidade 100% elétrico e totalmente disruptivo para o centro” da cidade, disse Carlos Tavares, CEO da PSA, depois de divulgar lucro surpreendente no primeiro semestre, apesar da pandemia.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Fernandes - 03/08/2020 - 17:57