CDI

O que é a taxa CDI e como afeta os seus investimentos?

19 jul 2021, 13:50 - atualizado em 16 set 2021, 18:23

Você já deve ter ouvido falar do CDI, o Certificado de Depósito Interbancário, mas, você conhece o funcionamento e as particularidades desta modalidade de empréstimo? 

Este conteúdo te explica os detalhes do também conhecido por CDB dos bancos e como ele pode afetar seus investimentos. Confira:

O que é CDI?

O CDI, sigla para Certificado de Depósito Interbancário, é um título emitido em operações feitas entre instituições bancárias. Trata-se de uma taxa cobrada quando um banco faz um empréstimo de curto prazo, diário, a outro.

O objetivo deste certificado é regularizar o caixa diário dos bancos. Isso ocorre pois, por definição do Banco Central, os bancos devem fechar o dia registrando um saldo positivo, ou seja, com mais dinheiro entrando do que saindo. 

Porém, quando isso não acontece e o volume de saídas ultrapassa o de depósitos, é necessária essa regularização que, como todo empréstimo bancário, envolve juros, definidos pela Taxa CDI.

Esta modalidade de empréstimo ainda ajuda no aumento da fluidez do mercado bancário, fazendo com que as instituições financeiras se ajudem. O CDI colabora com o equilíbrio do mercado financeiro. 

Como é calculado o CDI?

Os juros pagos pelos bancos nos empréstimos interbancários seguem a Taxa CDI. Esta taxa é calculada diariamente com base nas operações realizadas no dia na B3 — Bolsa de Valores brasileira. 

As taxas mensal e anual do CDI são calculadas a partir das diárias, pela média entre todos os CDIs do período determinado.

A taxa é calculada e divulgada pela Cetip — Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos.

Quando pensamos nos rendimentos dos investimentos que seguem a Taxa CDI, são levadas em consideração as médias mensais e anuais.

Qual a relação do CDI com os seus investimentos?

Muitas pessoas acreditam que é possível investir no CDI, mas isso não é verdade, pois ele não é um tipo de investimento. Esta taxa é utilizada apenas como referência para a rentabilidade dos investimentos. 

Com a aplicação da Taxa CDI, o Certificado de Depósito Interbancário é um indexador para diversas modalidades de investimento do mercado financeiro. Especialmente, nas de renda fixa, como CDB, LC, LCA e LCI.

Os investimentos associados ao CDI são os que o usam como orientação e entregam porcentagens inerentes a ele. 

Ao investir no CDB, por exemplo, o investidor recebe a porcentagem paga pelo CDB do valor atual do CDI. Ou seja, se o CDB paga 100% do CDI, que está supostamente a 9%, ele receberá 100% de 9%.

Ou seja, se você tem capital alocado nesses investimentos, a alteração da Taxa CDI influencia diretamente no seu dinheiro investido.

Diferença entre CDB E CDI

Ambos, tanto o CDB quanto o CDI, são certificados de depósito, porém suas funcionalidades diferem em alguns pontos.

Enquanto no CDB — Certificado de Depósito Bancário — o banco pega dinheiro emprestado de pessoas físicas, no CDI — Certificado de Depósito Interbancário — esse empréstimo é feito em outras instituições financeiras.

As funções desses certificados também têm diferenças. O CDI é um título de prazo curto, de 24 horas, que mantém o caixa dos bancos em ordem. Já o CDB impulsiona linhas de crédito do banco com diferentes prazos, uns mais longos e outros com liquidez diária.

Diferente do CDI, o CDB é um tipo de investimento, ou seja, é possível aplicar dinheiro neste título. A taxa interbancária — CDI — não permite investimentos, pois é utilizada somente como referência para outros investimentos. Inclusive, o rendimento do CDB está associado ao percentual da Taxa CDI.

Editora-assistente
Editora-assistente no Money Times e graduanda em Jornalismo pela Unesp - Universidade Estadual Paulista. Entrou para a área de finanças e investimentos em 2021.
Linkedin
Editora-assistente no Money Times e graduanda em Jornalismo pela Unesp - Universidade Estadual Paulista. Entrou para a área de finanças e investimentos em 2021.
Linkedin
Leia mais sobre:
Os acontecimentos mais importantes do mercado financeiro estão a um clique de você.
Queremos enviar as principais notícias de economia diretamente no seu e-mail. Sem cobrar nada por isso. Inscreva-se no botão abaixo:
*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.