Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Opep monitora de perto retomada de produção de petróleo na Líbia, dizem fontes

21/09/2020 - 11:51
Opep
Três fontes da Opep disseram que será preciso algum tempo para avaliar a situação (Imagem: REUTERS/Leonhard Foeger)

A Opep e seus aliados estão acompanhando esforços para retomada da produção de petróleo na Líbia muito de perto, disseram fontes do grupo nesta segunda-feira, embora os produtores ainda devam esperar para ver se haverá um recomeço sustentável antes de qualquer reação.

A Líbia, que faz parte da Opep, está isenta de cortes de produção sob um acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados para restringir a oferta. Uma retorno da produção líbia poderia forçar outros países a cortes adicionais para apoiar os preços.

Os preços do petróleo Brent, referência internacional, operavam perto de 42 dólares por barril nesta segunda-feira, recuando em meio à expectativa de possível retorno da Líbia ao mercado.

A produção do país estava praticamente paralisada desde janeiro, e o retorno aconteceria em momento em que a alta no número de casos de coronavírus gera preocupações com a demanda.

Três fontes da Opep disseram que será preciso algum tempo para avaliar a situação.

“Neste estágio, precisamos assistir por algum período”, disse uma fonte da Opep, que falou sob anonimato. “Mas o mercado está reagindo muito rápido com um sentimento baixista.”

Uma segunda fonte disse que a organização está acompanhando muito atentamente a produção da Líbia, enquanto uma outra fonte próxima à Opep disse que a produção da Líbia é menos preocupante do que um possível novo enfraquecimento da demanda devido a novas medidas de restrição contra o coronavírus.

A National Oil Corp (NOC) da Líbia disse no sábado que retirou a força maior sobre portos e instalações que considera seguras e que estava em procedimentos para retomada em algumas localidades, após um bloqueio à produção de petróleo que começou em janeiro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 21/09/2020 - 11:52