Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Opinião: Mulher e investimentos combinam?

22/03/2017 - 0:35

fearless

Luana Nunes, formada em Ciência Econômicas e certificada CNPI-T. Atualmente, é integrante da equipe de análise da Toro Radar

Até pouco tempo atrás, nós não podíamos votar ou trabalhar fora de casa. Agora, é difícil nomear um espaço que não conte com a nossa presença. É claro que ainda temos uma longa caminhada pela frente, mas o potencial das mulheres para as finanças tem ganhado crescente reconhecimento.

Quem acompanha de perto já percebeu que a Bolsa de Valores passa por um momento marcado por quedas sucessivas na taxa de juros e, segundo o último Boletim Focus, as projeções já miram uma taxa Selic de 9% até o final de 2017.

E, como muitos já sabem, as quedas de juros fomentam os investimentos no mercado de renda variável, que tem gerado boas oportunidades com a volatilidade dos eventos políticos e econômicos, tanto externos quanto internos.

Aliado à melhora nos principais indicadores econômicos como taxa de inflação, de desemprego e o câmbio, o cenário se mostra mais positivo para a economia e, consequentemente, para os investimentos na Bolsa de Valores.

E como as mulheres estão aproveitando essa oportunidade? Bem, com a maior facilidade de aprendizado e de acesso a esse mercado proporcionado pelos meios digitais, estamos ainda mais interessadas pelo Mercado Financeiro.

Essa busca também é impulsionada pela mudança do contexto social. Nós estamos mais independentes e autônomas. Buscamos formas mais eficazes de rentabilizar o capital que conquistamos com nosso próprio trabalho. E, ao ocupar cada vez mais altos cargos de liderança, o poder aquisitivo feminino está aumentando de forma gradual e significativa.

Munidas de conhecimento e capital, o universo dos investimentos se torna um ambiente de grandes conquistas. A Bolsa de Valores, por exemplo, aos poucos perde o status de exclusividade masculina.

Para se ter uma ideia, segundo dados da BM&F Bovespa, a quantidade de mulheres investindo na Bolsa brasileira aumentou mais de oito vezes no período entre 2002 e 2016. Hoje em dia, já são mais de 130 mil mulheres operando no país.

Outras modalidades também têm ganhado popularidade entre o público feminino. É o caso do Tesouro Direto, que desde 2002, quando foi iniciado, as mulheres eram apenas 7,6% dos inscritos. Agora, no entanto, a proporção feminina chega a quase 300 mil investidoras em títulos públicos.

Mesmo estando em um ambiente ainda bastante masculino, a forma com que as mulheres investem está muito ligada às suas qualidades. Nós costumamos ser mais cautelosas quanto aos nossos investimentos porque tendemos a estudar melhor o assunto antes de aplicar.

De forma geral, essa atitude confere maior segurança aos nossos investimentos. E na hora de analisar o mercado e identificar as melhores oportunidades, ao contrário do equivocado senso comum, a mesma qualidade se aplica, pois é mais difícil uma mulher se deixar levar por uma onda de euforia do mercado, por exemplo.

Assim sendo, as mulheres na Bolsa de Valores estão propensas a eleger operações que possuam mais embasamento técnico e fundamentalista antes de tomar uma decisão final sobre o assunto. Os homens, por outro lado, costumam ser mais impulsivos e tendem a fazer investimentos mais precipitados, fato que pode ocasionar em resultados insatisfatórios.

É claro que existem mulheres mais arrojadas e que se expõem a maiores riscos. Assim como há homens mais conservadores e ponderados. Mas, de todo forma, a proposta aqui é quebrar paradigmas de que as mulheres não combinam com investimentos.

Seja investindo na Bolsa de Valores, em títulos públicos ou em outras modalidades, as mulheres têm grande potencial para se tornarem excelentes investidoras. O medo do risco, a falta de conhecimento e a restrição de acesso aos investimentos estão aos poucos se desfazendo frente à competência feminina.

Afinal, com uma forte figura feminina à frente de um dos principais órgãos da economia dos Estados Unidos, quem ousa dizer que mulher não entende de finanças e investimentos?

Leia mais sobre:

Última atualização por Money Times - 11/09/2019 - 16:33

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto