Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Oportunidades para o blockchain em mercados atípicos

15/08/2020 - 13:00
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Blockchain é o próximo passo na evolução dos registros públicos (Imagem: Freepik/Creative_hat)

Conforme criptoativos disparam em valor e credibilidade, cada vez mais pessoas estão começando a considerar bastante a tecnologia blockchain para irromper diversas indústrias. Bancos já estão aderindo à tecnologia blockchain a um ritmo acelerado.

Mas o que exatamente é a tecnologia blockchain? O conceito de um registro público data do surgimento da civilização, em que transações eram registradas em tábuas cuneiformes. Claramente, a tecnologia avançou desde então e o blockchain é o próximo passo dessa evolução.

Segundo Don e Alex Tapscott, autores do livro “Blockchain Revolution”, “o blockchain é um registro digital incorruptível de transações econômicas que podem ser programados para registrar não apenas transações financeiras, mas tudo o que tiver valor”.

Diferente de um registro centralizado, o blockchain é hospedado em uma rede ponto a ponto (P2P) de computadores (conhecidos como nós), que sempre está aberto para acesso de leitura/escrita.

Já compartilhou documentos para a edição? Um documento eletrônico tradicional (como o Microsoft Word) deve ser transferido para um editor, em que mudanças são feitas localmente e o documento é enviado de volta.

Google Docs revolucionou esse processo, tornando possível que equipes editem documentos na nuvem em tempo real, mantendo um registro de todas as mudanças. É assim que o blockchain funciona, enquanto bancos centralizados estão presos ao “paradigma do Microsoft Word”.

É por isso que demora tanto para transferir dinheiro: os registros de ambas as partes deve ser atualizado individualmente enquanto a transação é realizada.

Transações em blockchain levam apenas alguns minutos por conta da alta tecnologia enquanto bancos tradicionais levam dias para processar uma única transação (Imagem: Freepik/vector_corp)

Blockchain torna todo o processo mais rápido, fácil e seguro porque é possível que registros financeiros sejam hackeados e alterados em um banco individual, mas quando registros são hospedados na nuvem, 99% dos outros nós ainda têm o registro autenticado em blockchain.

Então o que tudo isso significa para o futuro da adesão do blockchain? O setor de tecnologia foi o primeiro passo lógico e a indústria dos jogos já se beneficia da tecnologia blockchain, tornando mais fácil que jogadores adquiram itens do jogo e dê mais incentivos para usarem um criptoativo.

Isso também elimina intermediários como Steam, Apple e Google de obterem receita significativa (até 30%) de desenvolvedores de jogos, fazendo com que esperem até 60 dias para receber o pagamento por seu trabalho.

Outra indústria que foi abalada pelo conceito de blockchain é o setor imobiliário, onde as mesmas vantagens irão servir para melhorar o processo arriscado e complexo de adquirir propriedades.

Nesse caso, os intermediários são o depositário ou companhia de título, que obtém de 1 a 2% do valor total da propriedade — não é um número insignificante — para certificar a honestidade e legitimidade de ambas as partes.

Novamente, a natureza distribuída de um blockchain automaticamente certifica essa credibilidade, que também evita que fraudadores se passem por vendedores e enganem possíveis compradores.

Outra grande vantagem é a transparência: em um blockchain, o histórico de crédito e a renda de um comprador já estarão disponíveis e proprietários podem provar governança da propriedade e fornecer um registro completo de consertos e atualizações.

Novamente, a natureza distribuída de um blockchain automaticamente certifica essa credibilidade, que também evita que fraudadores se passem por vendedores e enganem possíveis compradores (Imagem: Pixabay/Megan_Rexazin)

As possibilidades não acabam aqui: até esportes podem ver uma nova era de revitalização conforme talentos buscam por novas formas de obter fundos por seu treinamento e treinadores, caça-talentos e fãs têm uma oportunidade de fazer parte do processo.

A plataforma TokenStars tem planos de irromper a indústria de gestão de talentos de US$ 40 bilhões e aplicará o conceito de blockchain ao tênis, fornecendo tokens ACE como parte da coleção dos fundos para tokenizar as carreiras de estrelas do tênis.

Elena Masolova, investidora do TokenStars e top 30 entre os empreendedores de internet da Forbes, explica: “jogadores de tênis aspirantes precisam de aproximadamente US$ 100 mil por ano para construir uma carreira.

Alguns têm de abrir mão de tudo, assim como Maria Sharapova, medalhista olímpica, que foi da Rússia para a Nick Bollettieri Tennis Academy com apenas nove anos.

Seu pai teve de trabalhar como lavador de pratos apenas para cobrir as despesas dela. Em seguida, ela ganhou US$ 36,5 milhões de prêmio em dinheiro e US$ 285 milhões em acordos de patrocínio.

Com ACE, jovens jogadores como Maria Sharapova podem obter financiamento que ajudem a cobrir custos acadêmicos, treinadores, parceiros e participação em torneios, bem como em apoiar o firmamento de acordos de patrocínio”.

A lista continua, mas acreditamos que a tecnologia blockchain continuará a fazer parte de todas as esferas da vida: bancos, imobiliárias, jogadores, atletas, fãs de esporte e qualquer pessoa que você possa imaginar. Essa é uma tendência que vale a pena acompanhar.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/08/2020 - 13:13