Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Para o investidor milionário Kevin O’Leary, workaholics são “improdutivos”; veja as dicas de carreira do investidor

Gabriela Mackert Occhipinti
22/05/2022 - 10:00
Kevin O'Leary
Influente investidor de risco, Kevin O’Leary fala sobre trabalho em excesso (Imagem: Reprodução Facebook/Kevin O’Leary)

Kevin O’Leary, influente investidor de risco e estrela do programa norte-americano Shark Tank, da CNBC, tem um conselho para quem deseja ter uma carreira produtiva: não trabalhe demais.

Ele é um dos fundadores do O’ Leary Inc., um grupo de fundos mútuos voltado para negócios de rentabilidade global. O executivo também é conhecido por ser um dos criadores da empresa de informática SoftKey.

Apesar de acumular funções como investidor, estrela de TV e empresário, O’Leary não se considera um workaholic, isto é, um viciado em trabalho.

“Quando vejo um workaholic, não quero contratar essa pessoa”, disse ele a CNBC Make It. “Trabalhar 25 horas por dia torna você muito, muito improdutivo”, completou.

Yin e yang: O equilíbrio é tudo

O que O’Leary quer ver é um equilíbrio entre trabalho e outros hobbies ou atividades gratificantes, algo que ele descreveu anteriormente para o Make It como “yin e yang”.

Somente trabalhar não é uma maneira “frutífera” para quem quer ser produtivo gastar seu tempo, disse ele. Em vez disso, qualquer pessoa que queira se concentrar deve passar metade do tempo sem uma ocupação profissional, disse O’Leary.

O investidor e empresário gosta, por exemplo, de passar o seu tempo livre cozinhando, tocando violão e colecionando relógios; hobbies que ele diz que pagam dividendos no futuro.

“Isso deixa sua mente vagar e permite que você se torne mais produtivo”, diz. “Alguns resultados realmente bons em termos de como acabei nos negócios e como investidor vieram de ideias que tive enquanto tocava meu violão ou polia meus relógios.”

Não há hobbies específicos que ele goste mais do que outros: O’Leary fica feliz em ver um candidato que faz questão de malhar à tarde ou fazer comédia stand-up à noite. O importante, para ele, é o equilíbrio.

Trabalhar muito realmente não é saudável

Em 2021, um relatório conjunto da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT) estimou que o excesso de trabalho contribuiu para 745.000 mortes globalmente em 2016.

Pessoas que trabalhavam consistentemente mais de 55 horas por semana estavam em maior risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral.

Para muitos, é provável que a pandemia da Covid-19 tenha aumentado a jornada de trabalho, com escassez de funcionários, demissões e o impacto do home office, dificultando o desligamento.

Apesar de seu impacto negativo em na saúde e relacionamentos, o vício em trabalho continua arraigado na cultura empresarial moderna.

O próprio O’Leary disse anteriormente ao Business Insider que o verdadeiro equilíbrio entre vida profissional e pessoal é um mito para qualquer empresário que desenvolva um negócio, até que tenha a liberdade financeira para fazer o que deseja.

Recentemente, ele aconselhou em seu Twitter, onde tem 892,8 mil seguidores, “meu conselho para quem quer ser um empreendedor – você vai ser chutado ao chão, mas tem que manter o FOCO”.

Como resultado, ele e sua esposa iniciaram uma regra para passar tempo com a família no fim de semana, independentemente de onde estejam trabalhando.

“Grandes empreendedores, gerentes, funcionários têm equilíbrio em suas vidas”, disse ele para a Make It. “Essas são as pessoas que eu quero contratar.”

Como encontrar o equilíbrio?

Segundo o investidor e presidente dos ETFs O’Shares, que não se limita ao fornecer anedotas e insights sobre como subir na carreira, os hobbies são essenciais.

Uma “bandeira verde” que ele procura em candidatos a um emprego é quando eles incluem hobbies em seu currículo, porque mostra que o candidato tem equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Qualquer pessoa que queira uma promoção deve manter um diário de suas conquistas que possa usar para negociar com seu gerente, aconselhou o investidor à CNBC Make It no ano passado.

“Os funcionários das minhas empresas que recebem aumentos lembram seus chefes de todas as conquistas que fizeram nos últimos 12 meses”, disse O’Leary anteriormente.

Ele lembrou, quando deu falou com a CNBC, que muitas pessoas estavam trabalhando fora da sede das empresas naquele momento com a pandemia da Covid-19 ainda em alta, o que dava ao funcionários menos chances de conversar com seu chefe.

Outra dica do investidor para ser lembrada, que ele dividiu com Dan Schawbel do Business Insider, é o conselho maternal que recebeu de economizar 10% de tudo o que possui. Algo que influenciou decisões de investimento de O’Leary ao longo da carreira dele.

Receba as principais notícias de Carreira!

Cadastre-se gratuitamente na newsletter de Carreira do Money Times e receba, todo domingo, uma seleção das melhores matérias da semana para você conquistar o sucesso profissional, melhorando suas competências, antecipando-se às tendências de mercado e monitorando as áreas mais promissoras. Clique aqui para se cadastrar.

Última atualização por Tamires Vitorio - 20/05/2022 - 14:52

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado de carreira?
Receba todo domingo as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto