Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Participação do Brasil na Cúpula do Clima repercute entre deputados

22/04/2021 - 20:31
Câmara dos deputados
A cúpula sobre o clima é uma reunião virtual, organizada pelo governo dos Estados Unidos e com a participação de líderes de mais de 40 países (Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

O discurso do presidente Jair Bolsonaro na Cúpula de Líderes sobre o Clima repercutiu entre parlamentares durante a sessão plenária da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (22). A fala foi duramente criticada por integrantes da oposição, mas defendida por apoiadores do governo.

A cúpula sobre o clima é uma reunião virtual, organizada pelo governo dos Estados Unidos e com a participação de líderes de mais de 40 países. Adotando tom conciliador, Bolsonaro pediu recursos internacionais para preservação ambiental e prometeu aumentar a fiscalização. Sem citar os dados sobre desmatamento, Bolsonaro afirmou que o País é “vanguarda do enfrentamento do aquecimento global”.

A representante da Rede, deputada Joenia Wapichana (Rede-RR), criticou o discurso. Ela destacou que faz um ano da reunião ministerial em que o chefe da pasta do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que é preciso “aproveitar a pandemia para passar a boiada”. Ela denunciou o desmonte de órgãos de fiscalização ambiental pela atual gestão.

“Hoje, o Brasil tem sido visto como um problema, como parte de um problema a ser encarado. O que nós vemos são mentiras e fake news dizendo que aumentaram os recursos ao combate do desmatamento. Onde? E a fiscalização? Cadê a fiscalização? Se houvesse, isso não estaria, a todo momento, sendo denunciado”, afirmou Joenia.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

A deputada Lídice da Mata (PSB-BA) apontou que os índices de desmatamento atuais são três vezes maiores do que a meta proposta em 2009 pelo Brasil na Convenção do Clima, em Copenhague (Dinamarca). “O Brasil está muito mal representado por uma posição de um presidente que insiste em mentir para a Nação e um ministro do Meio Ambiente que insiste em ficar contra a defesa do meio ambiente em nosso País”, criticou.

Defesa

O presidente da República foi defendido pelo deputado Hildo Rocha (MDB-MA), que minimizou as críticas. “Eu parabenizo o presidente pela sua fala bastante eloquente, que mostra ao mundo que o Brasil não é esse poluidor que algumas pessoas inculcam na cabeça de outras que ele é”, disse.

Em consonância com a posição do governo federal, o deputado destacou que são as indústrias dos grandes países as responsáveis pelos impactos ambientais no planeta. Em seu discurso, Bolsonaro afirmou que a maior causa do aquecimento global é a queima de combustíveis fósseis ao longo dos últimos dois séculos e que o Brasil é responsável por menos de 1% das emissões históricas de gases de efeito estufa.

Em suas redes sociais, a presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara, deputada Carla Zambelli (PSL-SP), elogiou o discurso do presidente da República. Ela ressaltou que Bolsonaro reafirmou o papel de liderança do País na conservação ambiental e o compromisso em eliminar o desmatamento ilegal até 2030. “O Brasil está aberto à cooperação internacional”, destacou.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Bruno Andrade - 22/04/2021 - 20:31

Pela Web