Pecuarista comemora seu dia liquidando boi abaixo de 1 ano atrás, se tiver comprador

14/10/2021 - 13:04
Boi Gado Agropecuária Agronegócio
Animais estão sobrando nos confinamentos e com pastos voltando com as chuvas

O produtor está comemorando o Dia Nacional da Pecuária com seu boi valendo menos que na comemoração de 2020.

O animal gordo – e cada vez mais gordo com os confinamentos vendendo pouco e com pastos chegando em algumas regiões -, custa menos que mais de um ano atrás.

Os R$ 270 a @ para São Paulo, do Cepea da quarta, R$ 1 a menos que pela Scot (nesta 5ª, pela consultoria caiu para R$ 266), o que é raro acontecer já que as cotações das consultorias são sempre abaixo da instituição da USP, é o preço de agosto e setembro do ano anterior.

As quedas devem ser renovadas nesta quinta (14) e sexta (15).

Quando muito pequena estabilização ou leves ganhos, a menos que surjam novidades a respeito da volta chinesa às importações de carne bovina que pudessem animar a originação dos frigoríficos e o endurecimento por parte dos pecuaristas.

A China parou de comprar no início de setembro, quando foram notificados oficialmente dois casos de vaca louca atípica em animais velhos em Minas e Mato Grosso.

Se esperava que voltasse às compras após dia 7 de outubro, pelo menos, depois que saiu do feriadão de sete dias.

Mas nada, pelo menos até o que se sabe nesta passagem do dia.

Sem impulso, o mercado não anda, porque as necessidades das indústrias para um sofrível mercado interno, e os periféricos externos, são suficientes.

O gado que está sendo rifado por pecuaristas no limite da solvência dá e sobra.

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 14/10/2021 - 15:14

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web