Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Petrobras aumenta preço da gasolina em 8,1%, mas papéis caem em NY

Gustavo Kahil
05/12/2016 - 22:26

A Petrobras decidiu elevar os preços dos combustíveis para as refinarias, mostra um comunicado publicado na noite desta segunda-feira. O valor do diesel será reajustado, em média, em cerca de 9,5%. Já a gasolina terá o preço elevado em 8,1%. O novo patamar já começa a valer a partir de terça-feira (6).

Receba o Giro Money Times grátis em seu email

“As principais variáveis que explicam a decisão do Grupo Executivo são o aumento observado nos preços do petróleo e derivados e desvalorização da taxa de câmbio no período recente. Por outro lado, a participação da Petrobras no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação”, explica a empresa.

Apesar do aumento, os papéis da Petrobras caem nas negociações “after-market” em Nova York.

pbr

A elevação já era esperada pelo mercado, como mostra um relatório publicado pelo Itaú BBA na semana passada. O analista Diego Mendes avaliava que o movimento enviaria uma “mensagem positiva de governança corporativa, mostrando que a política de precificação está sendo implementada com eficiência”.

Veja a íntegra do comunicado:

De acordo com a política de preços anunciada pela Petrobras em outubro, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) se reuniu na tarde de hoje e decidiu elevar o preço do diesel nas refinarias em 9,5%, em média, e da gasolina em 8,1%, em média, com vigência a partir de 06/12/2016.

As principais variáveis que explicam a decisão do Grupo Executivo são o aumento observado nos preços do petróleo e derivados e desvalorização da taxa de câmbio no período recente. Por outro lado, a participação da Petrobras no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação.

A Petrobras reafirma sua política de revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis cuja volatilidade vem aumentando recentemente.

Como a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas pela Petrobras nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Isso dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis.

Se o ajuste feito hoje for integralmente repassado, sem alteração das demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 5,5% ou cerca de R$ 0,17 por litro, e a gasolina 3,4% ou R$ 0,12 por litro.

 Leia mais sobre recomendações de ações!            

Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por - 05/11/2017 - 14:08

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto