Comprar ou vender?

Petrobras (PETR4): Entenda por que nova política de preços é ‘menos pior’ do que se temia

16 maio 2023, 13:46 - atualizado em 16 maio 2023, 13:46
Lula na frente de logo da Petrobras
A nova precificação dos combustíveis da Petrobras já era amplamente esperada pelo mercado; no fim das contas, o comunicado não oferece tanto risco à tese da petroleira (Imagem: Divulgação/Montagem: Fernanda Lopes)

A Petrobras (PETR4) comunicou na manhã desta terça-feira (16) que a sua Diretoria Executiva aprovou uma mudança na estratégia de precificação de combustíveis, assim como já era amplamente esperado pelo mercado. 

O grande receio dos investidores era de um congelamento de preços ou que as referências internacionais fossem completamente abandonadas na formação dos preços, o que poderia implicar em prejuízos bilionários para a estatal nas importações de combustíveis para abastecimento do mercado interno – exatamente o que aconteceu no governo Dilma Rousseff. 

Comunicado da Petrobras afasta risco

Mas o comunicado afastou essa hipótese, pois…

Clique aqui para ler a matéria completa

Leia mais sobre: