Empresas

Petrobras (PETR4) vai reativar fábrica de fertilizantes no Paraná fechada durante governo Bolsonaro

06 jun 2024, 19:25 - atualizado em 06 jun 2024, 19:25
petrobras petr4
(Imagem: Agência Petrobras)

Petrobras (PETR4) aprovou o retorno das atividades operacionais da fábrica de fertilizantes Araucária Nitrogenados S.A. (ANSA), subsidiária integral da companhia, mostra documento enviado ao mercado nesta quinta-feira. A fábrica, localizada no Paraná, está hibernada desde 2020 e chegou a ser posta à venda durante o governo Bolsonaro.

De acordo com a estatal, os procedimentos para retomada da fábrica serão iniciados imediatamente, incluindo a publicação dos editais para contratação de serviços de manutenção e de materiais críticos.

Com a decisão, a Petrobras autoriza também que a ANSA celebre acordo e efetue a contratação dos antigos empregados, condicionada à homologação do acordo pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). A previsão é que a operação seja reiniciada no segundo semestre de 2025.

O investimento na produção de fertilizantes voltou a fazer parte do portfólio da Petrobras, conforme plano Estratégico 2024 – 2028.

A ANSA possui capacidade de produção de 720 mil toneladas/ano de ureia e 475 mil toneladas/ano de amônia, além de 450 mil m³/ano do Agente Redutor Líquido Automotivo (ARLA 32).

Petrobras e os fertilizantes

Na sua primeira entrevista, a nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, disse que a empresa precisa ajudar a desenvolver o mercado de fertilizantes no Brasil, setor que historicamente enfrenta dificuldades no país devido aos custos mais altos do gás, importante insumo para a indústria.

“Está no nosso planejamento estratégico a questão dos fertilizantes. O Brasil importa 80% dos fertilizantes que utiliza, e uma grande parte são fertilizantes nitrogenados. A Petrobras vende petróleo e gás. Então, se ela tem um produto gás, faz sentido ser vendido para fertilizantes”, afirmou.

Na ocasião, Chambriard afirmou que, se Petrobras tiver que baixar um pouco o preço do gás para ganhar mercado, “está valendo”, desde que a operação seja lucrativa também. Ela reforçou que a venda de gás para indústria de fertilizantes nacional “não será a qualquer preço”.

Confira o comunicado da Petrobras

 

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.