Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Petróleo e ouro: Resumo e principais eventos da semana

07/07/2019 - 18:43
Petróleo bruto WTI acima de US$ 60 e o Brent acima de US$ 70 podem permanecer ilusórios por um tempo, diz analista

Por Barani Krishnan/Investing.com

Volatilidade é a natureza brutal em commodities.

No entanto, em face de fundamentos claros e convincentes, a oscilação do preço não é normal.

Mas é exatamente isso que os bulls do petróleo obtiveram nesta semana, depois das notícias de amplos cortes da Opep e de um renovado aperto de mão entre os presidentes dos EUA, Donald Trump, e o presidente da China, Xi Jinping, que estabeleceu uma nova rodada de negociações com o objetivo de acabar com a guerra comercial de um ano de tarifas e outras ofensivas comerciais entre as duas maiores economias do mundo.

Mesmo a produção da Opep na mínima de cinco anos e a apreensão de um navio iraniano no disputado território britânico/espanhol de Gibraltar não poderia produzir uma manifestação significativa para os bulls. Em vez disso, fatores contrários, como o aumento dos estoques de petróleo bruto da OCDE e uma redução menor do que a esperada nos EUA lembram porque o petróleo bruto WTI acima de US$ 60 e o Brent acima de US$ 70 podem permanecer ilusórios por um tempo. Relatórios mensais da Opep e da Agência Internacional de Energia, sediada em Paris, devem dar maior clareza aos preços na quinta-feira.

Para o ouro, bons dados econômicos provaram ser uma má notícia, já que os metais preciosos e futuros do metal amarelo derraparam abaixo do nível de US$ 1.400. O relatório de empregos para junho esvaziou as esperanças de uma forte ação do Federal Reserve. Discursos na quinta-feira por quatro diretores do Fed – John Williams, Raphael Bostic, Thomas Barkin e Neel Kashkari – devem fornecer mais orientações sobre o pensamento do banco central sobre as taxas.

Resumo de energia

Os maiores eventos do ano para o petróleo – mais cortes na produção da OPEP e uma possível solução para a guerra comercial – trouxeram mais decepção do que alegria para os bulls do petróleo nesta semana.

Após uma sessão de rali e outras duas no negativo, o petróleo subiu novamente na sexta-feira, já que os mercados dos EUA ficaram fechados na quinta pelo Feriado do Dia da Independência. Mas ambos, o petróleo bruto West Texas Intermediate e o petróleo Brent do Reino Unido ainda registraram perdas semanais com preocupações sobre a demanda, apesar das promessas de oferta mais apertada da OPEP até março de 2020.

Os preços do petróleo também caíram nesta semana devido à preocupação de que um potencial avanço nas negociações comerciais entre EUA e China na reunião do G20 no Japão possa ser maior no hype do que na entrega.

O WTI caiu 1,6% na semana, a maior queda em três semanas.

Queda do preço do petróleo de sexta-feira veio em meio a um relatório de emprego excelente para junho que, segundo muitos analistas, reduziu as chances de um corte na taxa do Federal Reserve no final deste mês. Os EUA adicionou 224.000 empregos em junho contra um crescimento previsto de 160.000.

Foi uma semana turbulenta para o petróleo, que inicialmente se baseou nas boas notícias do progresso nas negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China.

Também sustentando o sentimento estava o anúncio do líder russo Vladimir Putin de que sua nação e a Arábia Saudita – as forças por trás do pacto da Opep – continuarão liderando os esforços para cortar 1,2 milhão de barris por dia.

Além do apoio, uma pesquisa da Reuters mostrou que a produção de petróleo da Opep caiu para uma nova baixa de cinco anos em junho, com o crescimento da oferta da Arábia Saudita incapaz de cobrir as perdas no Irã e na Venezuela devido às sanções americanas e outras interrupções.

A compensação foram as notícias de que os estoques de petróleo da OCDE estavam 10 vezes mais altos que os níveis de 2010-14.

Isso levantou dúvidas sobre se nove meses de cortes prolongados da Opep seriam suficientes para reequilibrar o mercado.

Um declínio muito menor do que o esperado nos EUA nos estoques brutos da semana passada aumentaram as preocupações de que a demanda pode estar diminuindo mesmo no pico da temporada americana de verão.

Observações na mídia estatal de Beijing na sexta-feira de que a China não comprará produtos agrícolas norte-americanos se o país “cair fora” novamente em futuras negociações comerciais também diminuíram os tons positivos nas negociações comerciais bilaterais estabelecidas por Trump e Xi.

As encomendas industriais alemãs fracos e uma segunda queda mensal nas encomendasamericanas em maio aumentaram o sentimento de baixa.

As preocupações com a demanda por petróleo em uma economia global fraca foram tão intensas, que até mesmo relatos de que os fuzileiros navais britânicos ajudaram as autoridades em Gibraltar a apreender um navio iraniano na quinta-feira fizeram apenas pouco para mobilizar o mercado.

Autoridades espanholas disseram que a apreensão foi feita a pedido dos Estados Unidos. Autoridades disseram acreditar que o petróleo estava sendo enviado para uma refinaria na Síria, violando as sanções da União Europeia contra o país.

No entanto, o Ministério das Relações Exteriores do Irã convocou o embaixador no Reino Unido para expressar “sua forte objeção à tomada ilegal e inaceitável” de seu navio.

A reação do mercado? Bah!

Calendário de energia para a semana que vem:

Terça-feira, 9 de julho

Relatório semanal do American Petroleum Institute sobre os estoques de petróleo.

Quarta-feira, 10 de julho

Relatório semanal do EIA sobre os estoques de petróleo.

Quinta-feira, 11 de julho

Relatório semanal de gás natural do EIA

Relatório mensal da OPEP

Relatório mensal da IEA

Sexta-feira, 12 de julho

Contagem semanal de sondas de petróleo da Baker Hughes

Resumo de Metais Preciosos

Os bons números de mercado de trabalho diminuíram as esperanças do ouro por um corte na taxa.

Um excelente relatório de empregos para junho mudou as expectativas do mercado deuma redução da taxa de juros do Federal Reserve no final deste mês, enviando ouro em barras e índice futuros do ouro de volta para US$ 1.300 após o flerte de junho, com cerca de US$ 1.500.

ouro spot, reflexo dos negócios em barras, caiu quase 1% na sua primeira perda semanal em sete, sendo negociado a US$ 1.398,26 a onça.

Os EUA adicionaram 224.000 empregos em junho contra um crescimento previsto de 160.000. Enquanto o desemprego ainda está próximo da baixa de 50 anos, o crescimento de empregos na sexta-feira ainda é o mais alto em cinco meses.

A Ferramenta de Monitoramento de Taxas do Fed do Investing.com ainda sugere 100% de chance de o Fed reduzir sua taxa básica de juros de 2,25% -2,5% para 2% -2,25% em sua reunião de 30 a 31 de julho. No entanto, alguns investidores estavam diminuindo as expectativas de que o corte da taxa seria uma certeza.

O mercado está “querendo saber agora se a recuperação do crescimento do emprego reduziu a necessidade de um corte nas taxas em julho, especialmente à luz das conversações comerciais entre os EUA e a China”, disse Fawad Razaqzada, analista técnico de metais e moedas preciosos no FOREX.com.

“Nós achamos que não.”

Razaqzada disse que o relatório do Índice de Preços ao Consumidor da próxima semana e a reunião do Banco Central Europeu em 25 de julho podem mudar a situação.

Se o BCE optar por cortar as taxas inesperadamente em sua reunião, então o Fed poderia seguir, disse ele, “independentemente de qualquer melhoria adicional nos dados dos EUA nesse ínterim”.

Calendário de metais preciosos da semana que vem:

Segunda-feira, 8 de julho

Exportações alemãs (maio)

Importações alemãs (maio)

Produção Industrial Alemã (maio)

Balança Comercial Alemã (maio)

Crédito ao Consumidor (maio)

Terça-feira, 9 de julho

Ofertas de empregos (maio)

Membro do FOMC, Bostic faz discurso

IPC chinês (junho)

CNY PPI (junho)

Quarta-feira, 10 de julho

Balança Comercial da Grã-Bretanha (maio)

Inventários por atacado (maio)

Ata da Reunião do FOMC em junho

Quinta-feira, 11 de julho

IPC alemão

IPC alemão

Ata da Reunião do FPC do BoE

Pedidos continuados de de seguro-desemprego nos EUA

Núcleo do IPC (Jun)

Núcleo do IPC (Jun)

Índice do núcleo IPC (Jun)

IPC (junho)

IPC (junho)

Índice do núcleo IPC (Jun)

Pedidos iniciais de seguro-desempregos nos EUA

Solicitações de seguro-desemprego de 4 semanas

Ganhos Reais (Jun)

Membro do FOMC Williams discursa

Membro do FOMC, Bostic faz discurso

Membro do FOMC, Barkin faz discurso

Membro do FOMC, Kashkari faz discurso

Balanço do Orçamento Federal (Jun)

Exportações da China

Importações da China (anual)

Balança Comercial chinês

Sexta-feira, 12 de julho

WPI alemão (anual) (junho)

Produção Industrial da UE (maio)

IPC da Índia (junho)

Produção Industrial da Índia (maio)

Produção Industrial da Índia (maio)

Núcleo PPI (Jun)

PPI (junho)

Relatório de política monetária do Fed

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 07/07/2019 - 19:12

Cotações Crypto
Pela Web