Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Petróleo em alta em meio à especulação sobre Irã, Brent se aproxima a US$ 75

25/04/2019 - 11:33
Petróleo atingiu marca de US$ 75, a marca foi atingida por causa da tentativa dos EUA de cortar as exportações iranianas

Por Investing.com

A cotação do petróleo voltava a subir nesta quinta-feira, com o Brent se aproximando a marca dos US $ 75 pela primeira vez em quase seis meses, enquanto os analistas avaliavam o impacto se os EUA tentar cortar as exportações de petróleo iraniano.

Os contratos futuros de petróleo bruto WTI, negociados em Nova York, tinham ganhos de US$ 0,25, ou de 0,4%, e eram negociados a US$ 66,14 o barril às 8h58 (horário de Brasília).

Além disso, o petróleo Brent, referência para preços do petróleo fora dos EUA, avançava US$ 0,62, ou cerca de 0,8%, para US$ 74,28, se aproximando do valor de US$ 75,00 pela primeira vez desde 31 de outubro.

O petróleo bruto teve um pequeno impacto na quarta-feira, depois que dados mostraram que os estoques de petróleo nos EUA cresceram mais que o esperado na semana passada.

Prévia da inflação oficial fica em 0,72% em abril

Mas os bulls voltaram na quinta-feira, apostando as sanções dos EUA ao petróleo iraniano aumentariam os esforços liderados pela Opep para apertar a oferta global, elevando os preços.

“À medida que as exportações iranianas de petróleo caem, os preços vão subir. A questão, claro, é: quanto ?, ”disse Ellen Wald, analista de mercado de petróleo e consultora de política de energia que também é autora de uma coluna semanal para a Investing.com.

Entre os principais fatores a serem considerados, ela destacou quanta pressão os EUA pode colocar a Arábia Saudita para aumentar a produção e a força da resistência do reino.

Fora das sanções, Wald enfatizou que a Rússia também estava procurando aumentar a produção neste verão, quando o atual contrato de corte de produção termina.

“Quando a Opep e seus parceiros não-OPEP se encontrarem em Viena no final de junho, é possível que o acordo de produção caia em ruínas”, alertou ela. “Nesse caso, muitos produtores se sentirão pressionados a colocar tantos barris quanto puderem no mercado – uma medida que derrubará os preços”.

Ao contrário, Wald sugeriu que a OPEP e a Rússia poderiam “manter cotas com apenas um modesto aumento na produção, e isso impediria os preços de subirem muito ou ficarem muito baixos”.

Somando-se ao sentimento de alta na quinta-feira, a Reuters citou traders que disseram que o Brent estava recebendo apoio de uma parada das exportações de petróleo russo para a Polônia e Alemanha devido a preocupações com a qualidade.

Em outras negociações de energia, os contratos futuros de gasolina avançavam 1,0% para US$ 2,1507 o galão às 08h59, ao passo que o óleo de aquecimento tinha alta de 0,7% e era negociado a US$ 2,1125 o galão.

Por fim, os contratos futuros de gás natural avançavam 0,3%, para US$ 2,507 por milhão de unidades térmicas britânicas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Leia mais sobre: , ,

Última atualização por Bruno Andrade - 25/04/2019 - 11:33

Cotações Crypto
Pela Web