AgroTimes

Plano Safra 24/25: Haddad, Fávaro e bancada ruralista alinham últimos ajustes do programa

19 jun 2024, 12:00 - atualizado em 19 jun 2024, 12:00
plano safra haddad
No documento entregue aos ministros, as representações sugerem refinamento em temas do Plano Safra como o seguro rural e equalização(Foto: Mapa)

Os ministros da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro; da Fazenda, Fernando Haddad, e da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, se reuniram na terça-feira (18) com representantes da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), a chamada bancada ruralista, para tratar dos últimos ajustes para lançamento do Plano Safra 2024/2025.

“Colhemos sugestões de um trabalho feito pela FPA junto com a Confederação Nacional de Agricultura (CNA) e a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), para que a gente possa, então, levar em consideração os números, as propostas, para o anúncio do Plano Safra”, disse o ministro Fávaro, anunciando que o lançamento do Plano Safra 24/25 está previsto para ocorrer na próxima semana em Rondonópolis (MT).

No documento entregue aos ministros, as representações sugerem refinamento nas temáticas principais do plano, como no Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), volumes de crédito rural, equalização, sustentabilidade e cooperativismo. A ex-ministra da Agricultura e hoje senadora, Tereza Cristina (PP-MS), esteve presente

“Tivemos uma reunião aberta, bastante resolutiva. Eu tenho certeza de que daqui sairá um Plano Safra ainda melhor e que vai atender cada vez mais as necessidades dos nossos produtores”, destacou o ministro da Agricultura e Pecuária.

No ciclo 23/24, foram destinados R$ 364 bilhões para o setor empresarial, além de R$ 71,6 bilhões para agricultura familiar, com um total de R$ 435 milhões para o programa, maior volume da história.

Fávaro explicou, ainda, que houve entendimento a respeito da oferta de recursos destinados à equalização. “O importante é o direcionamento maior de recursos, por exemplo, da poupança rural, da LCA [Letra de Crédito do Agronegócio], do depósito à vista, o que faz com que sejam custos bem reduzidos e os bancos possam atender os produtores nas menores taxas de juros possíveis”, afirmou.

Ainda ontem, Haddad ressaltou que o novo programa será “certamente” maior que do ano passado, com o lançamento sendo realizado na próxima terça-feira (25).

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.