AgroTimes

Plano Safra, recorde para AgroGalaxy (AGXY3) e o potencial do SAF; os destaques do Agro Times

07 jul 2024, 10:00 - atualizado em 05 jul 2024, 15:49
agro plano safra
Abramilho, Aprosoja e CNA questionam valores do Plano Safra; saiba o que esperar para os preços dos grãos no segundo semestre(Imagem: Getty Images/Canva)

A primeira semana de julho contou com temas relevantes para o agro brasileiro, com destaque para o lançamento do Plano Safra 2024/2025, programa do Governo Federal que permite o financiamento do novo ciclo agrícola e pecuário.

Além disso, estivemos no Jalles Day, evento da Jalles Machado (JALL3) para investidores. Por lá, a companhia ressaltou que estuda  planos de investimento para o SAF, etanol de milho e biometano.

Nós também reunimos visões do BTG sobre as ações da Cosan, que projeta crescimento de 11% para ação, e o início de cobertura do Santander para Raízen (RAIZ4).

  • Pensando em investir no agro? Confira a lista de melhores ações segundo a Empiricus Research e descubra qual é a empresa do setor que não pode faltar no seu portfólio. Clique AQUI para acessar gratuitamente.

Os temas que mais se destacaram na última semana:

5º lugar – Plano Safra 2024/2025: Entidades questionam recursos para armazenagem, seguro rural e taxas acima da Selic

Algumas das entidades do setor agropecuário questionam os recursos do Plano Safra 24/25, anunciado pelo Governo Federal nesta quarta-feira (3). Foram destinados R$ 400,5 bilhões para o setor empresarial e R$ 85,7 bilhões para agricultura familiar.

4º lugar – Plano Safra 24/25: Governo confirma R$ 85,7 bilhões para agricultura familiar; veja taxas e programas

O Governo Federal, confirmou, durante o lançamento oficial do Plano Safra 24/25, que a agricultura familiar deve contar com R$ 85,7 bilhões, 10,30% maior que do ano passado e maior volume da história.

Para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), serão destinados R$ 76 bilhões, com R$ 1 bilhão no Garantia-Safra, R$ 2,4 bilhões para compras públicas, R$ 5,9 bilhões no ProAgro Mais, R$ 307 milhões para Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e R$ 100 milhões ao Ecoforte, para promover o fortalecimento e ampliação das redes de agroecologia e produção orgânica.

Top 3 do agro

🥉 3º lugar – Soja, milho e trigo derretem na primeira metade de 2024; preços vão subir ou cair nos próximos 6 meses?

O primeiro semestre de 2024 foi de queda para commodities agrícolas como milho, soja e trigo, com o clima, boas perspectivas das lavouras, produção, juros nos EUA e dólar no foco do mercado.

Com isso, reunimos projeções sobre o que esperar quanto aos preços das commodities.

🥈 2º lugar – Demanda crescente por SAF pode reduzir a dependência do Brasil por compras de soja da China?

No ano passado, a China respondeu por 75% (75,6 milhões de toneladas) da soja exportada pelo Brasil. Os altos volumes adquiridos sempre geram questionamentos e preocupações sobre uma possível dependência no comércio com o país asiático. Os dados são da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

Sendo assim, o SAF pode reduzir dependência do Brasil por compras de soja da China?

🥇 1º lugar – AgroGalaxy (AGXY3) atinge recorde em operações de barter nos últimos 60 dias; entenda

AgroGalaxy (AGXY3)uma das principais varejistas de insumos e serviços agrícolas do Brasil, comunicou ao mercado nesta segunda-feira (1) que registrou recorde nas suas operações de barter nos últimos 60 dias, quando foram negociadas 7,8 milhões de sacas e 485 mil toneladas de grãos.

“Os dados são inéditos na história da companhia registrados em um curto espaço de tempo dentro de um primeiro semestre”, disse a companhia, que ressalta que a atual estrutura da AgroGalaxy está voltada para operações de barter.

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.