Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Planos de saúde perdem 216 mil clientes em maio; veja a empresa que mais sofreu

07/07/2020 - 11:19
A situação pode ser explicada pelo aumento no desemprego durante a crise do coronavírus (Imagem: Arquivo/Agência Brasil)

Os planos de saúde perderam o cobertura de cerca de 216 mil vidas em maio, de acordo com a pesquisa realizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O documento informou que a maior queda foi vista no Sudeste, com -136 mil clientes, enquanto a menor queda ficou para o Norte, com -6 mil.

De acordo com a Ágora, entre as operadoras de saúde, a que mais perdeu foi a Hapvida (HAPV3) com -51 mil contratantes no mês, enquanto o Bradesco foi o único entre os principais que conseguiu crescer no período, com 3 mil beneficiários a mais.

A situação pode ser explicada pelo aumento no desemprego durante a crise do coronavírus, que ocasionou na redução dos planos individuais (-33 mil), planos corporativos (-72 mil) e os planos por afinidades, que foram os mais resilientes e caíram em 11 mil.

“O impacto da crise do covid-19 está mostrando um dos seus piores lados, afetando o nível de desemprego, que continua em trajetória ascendente, passando de 12,6% em abril para 12,9% em maio. Com isso, o movimento de perda de beneficiários que ainda era obscuro começa a ficar mais claro com a perda de 216 mil vidas em um único mês”, informou a Ágora.

A corretora acredita que o movimento de perdas deve continuar nos próximos meses, mas continua positiva com as estratégias das empresas verticais, como no curto e médio prazo da NotreDame Intermédica (GNDI3) e da Hapvida, com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 61 e R$ 72, respectivamente.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Vitória Fernandes - 07/07/2020 - 11:19