Plantio de arroz da Índia cai 46% ante 2021, mas deve aumentar com chuvas de monção

24/06/2022 - 15:21
Arroz
As chuvas de verão cobriram mais da metade do país, com o déficit de chuvas sendo reduzido para 2% de 36% (Imagem: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany)

Agricultores indianos plantaram 1,96 milhão de hectares com arroz do verão até o momento, mostraram dados do Ministério da Agricultura do país nesta sexta-feira, uma queda de 46% no comparativo anual, principalmente devido ao fraco início das chuvas de monções.

A perspectiva, no entanto, é positiva à medida que a monção ganhou força.

As chuvas de verão cobriram mais da metade do país, com o déficit de chuvas sendo reduzido para 2% de 36%.

O plantio acabou de começar, e a área sob arroz pode aumentar com as chuvas de monção, disse B.V. Krishna Rao, presidente da All India Rice Exporters Association.

Os agricultores geralmente começam a plantar arroz, milho, algodão, soja, cana-de-açúcar e amendoim, entre outras culturas, a partir de junho, quando as chuvas de monção normalmente chegam à Índia. A semeadura geralmente dura até julho.

As chuvas de monção desempenham um papel crucial na agricultura –que emprega quase 50% da força de trabalho da Índia– já que quase metade das terras agrícolas do país não tem irrigação.

Os números de plantio também estão sujeitos a revisão dependendo do progresso da estação das monções de junho a setembro.

Siga o Agro Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com os jornalistas e leitores do Agro Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no agronegócio. Siga agora a página do Agro Times no Facebook!

Última atualização por Rafael Borges - 24/06/2022 - 15:21

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto