Plantio de soja está perto do final em MT, MS, PR e GO, diz Safras

22/11/2021 - 9:13
Soja
No Paraná, a área ocupa 97% do esperado, acima da média de 94,2%, enquanto em Goiás atingiu 97% (versus 84% da média) (Imagem: Pixabay/RJA1988)

O plantio de soja do Brasil na temporada 2021/22 avançou para cerca de 85% da área total esperada, em ritmo mais acelerado ante a média história para o período, com os trabalhos chegando perto do final em importantes Estados produtores como Mato Grosso, Mato Grosso do SulParaná Goiás

Houve um avanço no plantio nacional de 6,6 pontos percentuais ante última semana, para 84,2% da área projetada, segundo a consultoria Safras & Mercado. Já a AgRural captou plantio em 86% até a última quinta-feira.

De acordo com a Safras, o plantio mantém o ritmo mais acelerado na comparação com a temporada passada (74,1%) e média de cinco anos para o período (77,2%), à medida que chuvas têm permitido as atividades das plantadeiras nesta safra. Os dados da AgRural mostram situação semelhante.

“Com os trabalhos virtualmente encerrados em Mato Grosso e em Mato Grosso do Sul, e muito próximos do fim no Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Rondônia, a semeadura segue concentrada no Rio Grande do Sul, que recebeu algumas chuvas muito bem-vindas, ainda que esparsas e de volumes irregulares…”, disse a AgRural em relatório.

No Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), o plantio tem avançado nos intervalos das precipitações.

No Mato Grosso, o plantio é de 99% da área projetada, contra média de 96,4% dos últimos cinco anos. Em Mato Grosso do Sul, plantio chega a 99%, contra média normal de 95% nesta época, segundo a Safras.

No Paraná, a área ocupa 97% do esperado, acima da média de 94,2%, enquanto em Goiás atingiu 97% (versus 84% da média).

No Rio Grande do Sul, produtores já semearam 53% da área projetada, ante média de cinco anos de 47,6%.

Rio Grande do Sul

“As chuvas da semana passada levaram alívio para a soja e para o milho verão do Rio Grande do Sul”, disse a consultoria AgRural.

“No caso do cereal, porém, os volumes foram insuficientes e os produtores já relatam perdas de potencial produtivo em áreas plantadas em setembro e que receberam pouca chuva na primeira quinzena de novembro.”

Até quinta-feira, 91% da área prevista para o milho verão estava semeada no centro-sul do Brasil, contra 85% na semana anterior e os mesmos 91% um ano atrás.

Última atualização por Rafael Borges - 22/11/2021 - 9:23

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web