Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Plataforma Republic deseja fomentar o financiamento coletivo pela tokenização

25/06/2020 - 12:10
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
A plataforma de financiamento coletivo Republic realizará uma venda para seu token Republic Note a partir do dia 16 de julho (Imagem: Republic)

Republic é uma plataforma de financiamento coletivo que permite que investidores não qualificados invistam em startups que estão em fase inicial. A empresa foi lançada em julho de 2016 pelos cofundadores Kendrick Nguyen, Paul Menchov e Peter Green.

Nguyen e Menchov tinham cargos seniores na AngelList. Nguyen era conselheiro geral enquanto Menchov era chefe do departamento de infraestrutura de capital de risco.

AngelList é uma plataforma para startups, investidores-anjo e candidatos que desejam trabalhar em startups. O objetivo da AngelList também é democratizar o processo de investimento. A empresa foi fundada em 2010 por Babak Nivi e Naval Ravikant.

Atualmente, Nguyen é CEO da Republic e Green é diretor criativo. Menchov saiu da Republic para cofundar e ser diretor de tecnologia da CoinList, mas possui um papel de conselheiro na Republic. Outros conselheiros incluem Naval Ravikant, Kevin Harrington e Shiza Shahid.

A plataforma arrecadou mais de US$ 12 milhões de investidores como AngelList, Binance, FBG Capital, ZhenFund, Oyster Ventures, Meltem Demirors e outros investidores-anjo.

Até agora, a plataforma facilitou o investimento de mais de US$ 125 milhões para mais de 200 startups, além de ter mais de 700 mil usuários em sua plataforma.

“Estamos tentando ser mais do que uma plataforma de financiamento coletivo”, disse Nguyen, “e sim uma comunidade para ajudar fundadores e dar aos investidores a educação e o contexto necessário”.

A plataforma de financiamento coletivo realizou quatro aquisições nos últimos dois anos. A primeira foi da RenGen Labs, plataforma de permite que empresas emitam investimento privado e ofertas de security token (STOs, na sigla em inglês).

Em seguida, veio a aquisição de SheWorx, uma plataforma global e série de eventos que dá autonomia a mais de 20 mil empreendedoras para a criação e escalabilidade de empresas de sucesso.

Em abril de 2020, Republic adquiriu Fig, uma plataforma de financiamento coletivo para jogos e, no início de junho, a empresa adquiriu Compound, empresa de investimento imobiliário.

Republic aconselha empresas em estágio inicial a realizarem seu financiamento coletivo por meio da tokenização de valores mobiliários (Imagem: Republic Crypto)

Republic sempre esteve próxima da indústria cripto.

Um de seus conselheiros, Naval Ravikant, que também havia trabalhado com os ex-fundadores da Republic, é um defensor de blockchain e um investidor-anjo de inúmeras startups cripto. A empresa possui uma consultoria para ajudar startups da indústria cripto, chamada de Republic Crypto.

Em abril de 2019, Republic anunciou o lançamento de um token digital chamado “The Note”. A função desse token seria recompensar usuários, investidores e parceiros por atividades desempenhadas na plataforma.

A empresa declarou que as recompensas de detentores do Note incluiriam acesso antecipado a oportunidades de investimento, convites para eventos exclusivos e produtos gratuitos da Republic.

O anúncio também informa que a empresa irá unir o token Note à participação acionária da Republic em cada empresa que arrecadar, com sucesso, fundos em sua plataforma. Isso permitirá que detentores sempre tenham uma participação vantajosa em todo o seu portfólio.

Segundo seu site, “cada Note da Republic representa um direito fracionário para nossas distribuições quando certas condições forem atendidas. Faremos distribuições do Note para endereços de carteira de detentores e quando esses lucros excederem um total de US$ 2 milhões. Também reservaremos o direito de realizar uma distribuição quando os lucros estiverem abaixo do limite”.

A Republic já arrecadou quase US$ 10 milhões para desenvolver o Note como parte de uma pré-venda, em que tokens entre US$ 0,06 e US$ 0,10. Investidores no token incluem Binance, Algorand, Blockchain.com, ZhenFund, Passport Capital, entre outros.

A venda pública do token Note será no dia 16 de julho. Investidores qualificados podem adquirir o token enquanto investidores não qualificados devem esperar a Republic receber uma certificação Reg A+ da SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA.

Enquanto isso, esses investidores podem se registrar para manifestar seu interesse em adquirir o token quando a SEC aprovar o pedido da Republic.

O token Note está precificado a US$ 0,12 cada. O fornecimento total do token será de 800 milhões, enquanto a quantidade em circulação será de 310 a 370 milhões. Republic limitou a venda de tokens para arrecadar até US$ 8 milhões, o que resultaria em 68 milhões de tokens. O token Note foi criado no blockchain Algorand (ALGO).

“Algorand oferece uma solução técnica que nos permite (1) realizar microdistribuições para dezenas e centenas de milhares de pessoas de forma eficaz e segura e (2) rastrear a identidade e governança do Note em cumprimento a requisitos de conhecimento de clientes e antilavagem de dinheiro (KYC/AML)”, afirma o site da Republic.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 25/06/2020 - 12:11