Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Polêmica dos testes rápidos da Covid-19 ofertados pelos planos de saúde chega à Câmara

20/07/2020 - 12:13
Coronavírus, teste
Falso negativo é motivo de alerta (Imagem: Pixabay)

A comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha ações de combate ao novo coronavírus discute nesta terça-feira (21) a cobertura de exames sorológicos por planos de saúde.

Em maio, especialistas ouvidos pela comissão foram unânimes em defender a testagem em massa da população como estratégia de combate à pandemia de Covid-19. Eles alertaram, porém, sobre a possibilidade de falso negativo dos chamados testes rápidos.

Os testes moleculares (ou RT-PCR), feitos a partir da coleta de mucosa do nariz e da garganta, permitem a detecção do vírus já nos primeiros dias da doença. Já os testes rápidos (ou sorológicos), feitos a partir da coleta de sangue, detectam anticorpos – ou seja, se a pessoa já teve contato com o vírus -, mas apenas cerca de dez dias após o contato.

No fim do mês passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) incluiu o teste sorológico na lista de coberturas obrigatórias dos planos de saúde. No entanto, uma decisão judicial suspendeu a decisão da agência.

O debate desta terça será realizado por videoconferência, a partir das 10 horas.

Foram convidados para discutir o assunto com os deputados, entre outros:

– o diretor-presidente-substituto da ANS, Rogério Scarabel Barbosa;
– o gerente-geral de Regulação Assistencial da agência, Teófilo José Machado Rodrigues; e
– a diretora-executiva do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Teresa Liporace

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 20/07/2020 - 12:13