Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Positivo (POSI3) pode subir 100% ainda este ano, apesar de 4T21 “misto”

Giovana Leal
23/03/2022 - 14:27
Positivo
Resultados “mistos”: Positivo não decepciona, mas não surpreende no 4T21 (Imagem: Positivo/Youtube)

O lucro líquido recorrente da Positivo (POSI3) no quarto trimestre de 2021 saltou 279% na comparação anual, somando R$ 42 milhões. No acumulado do ano, a empresa teve R$ 203 milhões de lucro, um crescimento de 255% frente à 2020.

Para a XP Investimentos, os resultados da companhia foram “mistos”. A receita líquida do trimestre ficou 7,2% abaixo das estimativas da corretora devido o baixo volume de vendas no segmento de varejo, apesar de um crescimento de 21,2% frente ao mesmo período de 2020.

O Ebitda ajustado da Positivo foi de R$ 92 milhões no trimestre, 4,7 % abaixo das estimativas, com margem de 8,6% ajustada — “estável”, segundo a XP.

Diante deste cenário, a corretora reiterou a recomendação de compra para POSI3, com preço-alvo de R$ 16 — o que implica uma potencial alta de 100% com base no último fechamento (22).

Principais destaques do 4T21

  • Varejo: 32% das vendas entre outubro e dezembro de 2021, queda de 26% na comparação anual. Segundo a XP, o segmento foi impactado principalmente pela deterioração do cenário macro e inflação mais alta;
  • Corporativo: 23% das vendas no último trimestre do ano, alta de 5% frente à mesma etapa de 2020. No 4T21, 30% da receita veio de novos clientes, aumentando o market share;
  • Instituições Públicas: 45% das vendas no período, avanço de 161%. Em relação aos contratos de fornecimento já assinados, a carteira de Instituições Públicas soma R$ 2 bilhões ao final 2021, ante R$ 1,1 bilhões no final de 2020.

A XP destaca a diversificação em diferentes linhas de negócios da Positivo, que a ajudaram a compensar a desaceleração do segmento de varejo.

Guidance para 2022

A Positivo ainda divulgou seu guidance para 2022, estimando uma receita bruta entre R$ 5 bilhões e R$ 6 bilhões.

Segundo a empresa, a estimativa considera a Unidade de Negócios Instituições Públicas, que tem R$ 2 bilhões de receita prevista para 2022, o segmento de soluções de pagamento com expansão de receita devido ao forte pipeline de adquirentes e subadquirentes, e a forte demanda por HaaS (Hardware as a Service) nos segmentos Corporativo e Público.

Além disso, a companhia destaca o potencial de crescimento das receitas de serviços, com a estruturação do novo modelo de negócios (Tech Services), o crescimento gradual da penetração da marca de smartphones premium Infinix e um melhor mix de receitas e manutenção de níveis saudáveis ​​de rentabilidade.

Disclaimer

O Money Times publica matérias de cunho jornalístico, que visam a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boletins anunciadores e divulgadores, e não como uma recomendação de investimento.

Última atualização por Giovana Leal - 23/03/2022 - 14:35

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender
As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto