Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

PPSA inicia consulta para contratar agente comercializador do petróleo de Tupi

18/12/2020 - 10:38
petróleo
Segundo nota da PPSA, como a produção avançou para área não contratada foi efetivado em 2019 um acordo de individualização da produção (AIP), que concedeu à União uma participação de 0,551% na jazida compartilhada (Imagem: REUTERS/Christian Hartmann)

A Pré-Sal Petróleo (PPSA) informou nesta sexta-feira o início de consulta pública, por 30 dias, sobre o pré-edital de licitação internacional para a contratação de um agente comercializador para a produção de petróleo da União na área individualizada de Tupi.

Situado na Bacia de Santos, Tupi é o principal campo produtor de petróleo e de gás natural dos reservatórios do pré-sal, sendo operado pela Petrobras (PETR4) (65%), com os sócios Shell (25%) e Petrogal (10%).

Segundo nota da PPSA, como a produção avançou para área não contratada foi efetivado em 2019 um acordo de individualização da produção (AIP), que concedeu à União uma participação de 0,551% na jazida compartilhada.

Tupi foi descoberto antes da instalação do regime de partilha de produção para campos do pré-sal, que garante que uma parcela do petróleo seja destinada à União.

Pelas estimativas iniciais, tal participação da União será equivalente a cerca de 3,5 milhões de barris de óleo em cinco anos, a um valor estimado de 140,5 milhões de dólares, conforme a PPSA.

“Trata-se de uma licitação pioneira no Brasil, para a qual a PPSA desenvolveu um novo modelo de negócio com objetivo de contratar um agente comercializador, alternativa prevista em lei”, disse a estatal em nota.

Por este contrato, o agente comercializador de Tupi será responsável, por um período de cinco anos, por todo o processo de comercialização, incluindo a identificação do comprador, o carregamento no FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência), o transporte até o ponto de transbordo ou entrega por cabotagem, o eventual transporte de longo curso e a contratação de seguros, inspeção independente e operação de proteção de preço de petróleo (hedge).

A licitação prevê a participação individual ou em consórcio, que pode ser composto por empresas estrangeiras, porém liderado por uma companhia nacional produtora e exportadora de petróleo e já atuante no pré-sal.

O consórcio está limitado a três participantes. Os demais integrantes podem ser uma empresa de trading do mesmo grupo econômico da empresa líder e uma empresa de logística.

A produção do campo de Tupi é realizada por meio de sete FPSOs. Até o momento, a parcela da União é de aproximadamente 2,8 mil barris de óleo por dia. Pelo contrato, o agente deverá programar carregamentos mínimos de 500 mil barris em cada um dos sete FPSOs, disse a estatal.

A estimativa inicial é de que as primeiras cargas sejam formadas em 2023 e a última em 2026.

Após o término da consulta pública, a PPSA analisará as manifestações recebidas e publicará o edital definitivo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 18/12/2020 - 10:38