Preço do boi de ‘frio’ só não avança porque frigoríficos, atacado e varejo não sustentam vendas

Giovanni Lorenzon
20/06/2022 - 11:37
BOI
Boi de confinamento também diminuiu em volume e ajusta preço (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

Todas as praças mais quentes de bois estão mostrando que o preço da @ enfrenta a pressão com maior rigidez.

A menor oferta de animais do ‘frio’ vai contaminando a folga dos frigoríficos, que ainda não estão mais ajustados com a programação de abates porque o consumo não exige.

O atacado perdeu preço no fim de semana quase estendido em feriadão, para R$ 20 o quilo e olhe lá.

Mesmo as exportações, maiores que em 2021 para o período, não explodem mês contra mês desde maço. Cedem.

Na semana, os produtores conseguiram arrastar em estabilidade e leves altas em São Paulo, na faixa do R$ 300.

E a Scot Consultoria levantou altas em Goiás, Minas e em regiões do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Além do volume reduzido de bois de pastos, também os de confinamento estão acabando.

 

Siga o Agro Times no Facebook!

Curta nossa página no Facebook e conecte-se com os jornalistas e leitores do Agro Times. Nosso time traz as discussões mais importantes do dia e você participa das conversas sobre as notícias e análises de tudo o que acontece no agronegócio. Siga agora a página do Agro Times no Facebook!

Última atualização por Giovanni Lorenzon - 20/06/2022 - 11:51

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto