Preços do café arábica se recuperam na ICE, açúcar tem pouca variação

16/06/2021 - 18:46
Café
O café está se afastando da máxima de quatro anos e meio que atingiu anteriormente este mês (Imagem: REUTERS/Mariana Bazo)

Os contratos futuros do café arábica fecharam em alta na ICE nesta quarta-feira, porém permaneceram fora das máximas recentes, em meio a chuvas muito necessários no Brasil, maior produtor, que pressionam os preços.

As cotações do açúcar tiveram pouca variação.

Café

O café arábica para setembro fechou em alta de 2,2 centavos de dólar, ou 1,4%, para 1,5545 dólar por libra-peso, tendo atingido seu nível mais baixo desde o final de maio na terça-feira, em 1,5280 dólar.

O café está se afastando da máxima de quatro anos e meio que atingiu anteriormente este mês, com a volta das chuvas no Brasil.

O Citi disse em nota que permanece otimista com o arábica a longo prazo, vendo a média dos preços de 1,65 dólar no quarto trimestre. Para o banco, as condições secas no Brasil já prejudicaram a safra atual e próxima temporada.

Os estoques de café verde nos portos dos EUA avançaram pelo segundo mês consecutivo no fim de maio, em uma alta de 52.571 sacos de 60 quilos, para 5,81 milhões.

A situação na Colômbia está melhorando, porém o governo alertou que irá demorar para os portos voltarem aos seus fluxos normais.

O café robusta para setembro fechou em alta de 29 dólares, ou 1,8%, em 1.629 dólares a tonelada.

Açúcar

O açúcar bruto para julho ficou praticamente inalterado em 17,04 centavos de dólar por libra-peso.

Operadores disseram que o açúcar continua sob pressão por causa da falta de demanda nas proximidades e da melhora do clima em grandes produtores como Índia, Tailândia e até mesmo no Brasil.

Entretanto, eles acrescentaram que os consumidores finais estão ansiosos para compra em torno de 16,90 centavos de dólar, limitando o lado negativo, com a ponta positiva restrita a 18 centavos de dólar – um nível que iria provavelmente induzir vendas pelos produtores.

O açúcar branco para agosto fechou em queda de 3,80 dólares, ou 0,9%, em 437,00 dólares a tonelada.

O Vietnã impôs uma tarifa antidumping de 47,64% em produtos do açúcar da Tailândia, por cinco anos, para substituir as taxas temporárias introduzidas em fevereiro.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 16/06/2021 - 18:46

Pela Web