Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Prejuízo da Technos sobe para R$ 17,4 milhões no 1º trimestre

Diana Cheng
30/06/2020 - 7:22
Technos
De acordo com a empresa, a evolução da pandemia de covid-19 a partir de março trouxe impactos negativos relevantes na força de trabalho, na oferta e na demanda (Imagem: Gustavo Kahil/Money Times)

A Technos (TECN3) divulgou ontem (29) os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2020. De acordo com o relatório, a companhia agravou o prejuízo líquido reportado no primeiro trimestre de 2019, encerrando março deste ano com valor negativo de R$ 17,4 milhões.

A receita líquida caiu 33,4% no período, de R$ 63 milhões para R$ 41,9 milhões.

O Ebitda ajustado, que tinha atingido -R$ 2,1 milhões entre janeiro e março do ano passado, alcançou -R$ 12,2 milhões. A Technos explicou que o resultado se deve principalmente à expressiva queda de receita bruta.

Covid-19

De acordo com a empresa, a evolução da pandemia de covid-19 a partir de março trouxe impactos negativos relevantes não apenas na força de trabalho, como também na oferta e na demanda para a comercialização de marcas, produtos e serviços.

“Para mitigar os efeitos da pandemia, implementamos ações importantes para preservar a saúde de nossos colaboradores e da empresa, com um foco especial na preservação de caixa no curto prazo e na aceleração de nosso turnaround de longo prazo”, explicou a Technos.

A companhia adotou uma série de ações para manter o funcionamento de seus negócios, como a utilização de ferramentas tecnológicas para vendas à distância e a aceleração do e-commerce próprio.

Considerando a grande incerteza das variáveis, a companhia continua estudando medidas adicionais que poderão vir a ser necessárias nas próximas semanas”, acrescentou.

Leia mais sobre: , , ,

Última atualização por Diana Cheng - 30/06/2020 - 7:22

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto