Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Presidente da Argentina diz que quer acordo com FMI que convenha à Argentina

23/02/2021 - 12:36
Alberto Fernandez
“Nós estamos trabalhando para alcançar um acordo (com o FMI)”, disse Fernández  (Imagem: REUTERS/Agustin Marcarian)

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, afirmou nesta terça-feira que quer alcançar um acordo com o Fundo Monetário Internacional que convenha a seu país, mas será “muito cuidadoso” na negociação.

O governo de Fernández está em negociação com o órgão multilateral para alcançar um novo programa que substitua o acordo firmando em 2018 pelo ex-presidente Mauricio Macri, que dispunha de um crédito de 57 bilhões de dólares, dos quais foram desembolsados 44 bilhões.

A Argentina está há meses em conversas com o FMI para reestruturar os termos desse empréstimo, solicitado porque o país não tinha financiamento externo nos mercados de capital para enfrentar uma crise econômica que fez disparar a pobreza e o desemprego.

O país, um dos principais produtores de grãos do mundo, está há três anos em recessão, sendo que somente em 2020 perdeu mais de 10% de seu PIB, segundo analistas privados.

“Nós estamos trabalhando para alcançar um acordo (com o FMI)”, disse Fernández durante visita ao México. “Estamos tratando de encontrar um acordo de um crédito que… foi vergonhoso.”

“Quero ser muito cuidadoso com a negociação com o Fundo Monetário Internacional porque sei como esse crédito foi dado”, completou o presidente, que assumiu o poder no fim de 2019. “Queremos encontrar um acordo, mas tem que ser um acordo que convenha à Argentina… que não custe aos argentinos mais do que já suportaram.”

(Atualizada às 14h08)

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 23/02/2021 - 14:08