Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Presidentes da Câmara, Senado e STF lamentam marca de 100 mil mortes por Covid-19 no Brasil

08/08/2020 - 18:14
Rodrigo Maia
“Chegamos hoje à absurda marca de 100 mil mortos pela Covid-19. Número que, infelizmente, já havia sido previsto lá atrás, ainda na gestão do ex-ministro Mandetta”, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia  (Imagem: REUTERS/Adriano Machado)

Os presidentes da Câmara dos Deputados, Senado e Supremo Tribunal Federal manifestaram pesar no dia em que o Brasil chega às 100 mil mortes pela Covid-19.

Embora os dados do Ministério da Saúde sejam divulgados apenas a partir das 18h, a contagem feita por um consórcio de veículos de comunicação já mostrou que o país superou a triste marca.

“Chegamos hoje à absurda marca de 100 mil mortos pela Covid-19. Número que, infelizmente, já havia sido previsto lá atrás, ainda na gestão do ex-ministro Mandetta”, disse o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no Twitter.

“Estamos convivendo diariamente com a pandemia, mas não podemos ficar anestesiados e tratar com naturalidade esses números. Cada vida é única e importa. Em nome da Câmara dos Deputados, presto mais uma vez solidariedade aos familiares e amigos das vítimas desta grande tragédia”, acrescentou.

O presidente do STF, Dias Toffoli, assinou uma resolução determinando luto de três dias no Supremo devido às mortes acumuladas pela Covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus.

O presidente do Senado e do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), destacou este sábado como “um dos dias mais tristes da nossa história recente” e decretou luto do Congresso por quatro dias.

“O Brasil registra 100 mil vidas perdidas para a covid-19. O Congresso Nacional decreta luto oficial de 4 dias em solidariedade a todos os brasileiros afetados pela pandemia e às vítimas desta tragédia”, disse Alcolumbre no Twitter.

Apesar de o Brasil ao longo de sua história ter enfrentado diversas epidemias, nenhuma delas matou tantos em tão pouco tempo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 08/08/2020 - 18:14