Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Principais candidatos à prefeitura de São Paulo votaram de manhã

15/11/2020 - 13:47
Avenida Paulista Imóveis São Paulo
Guilherme Boulos (PSOL), Márcio França (PSB), Celso Russomanno (Republicanos) e Bruno Covas (PSDB), candidatos à prefeitura de São Paulo, votaram na manhã deste domingo (15) (Imagem: Unsplash/@biancafmonteiro)

Quatro dos candidatos à prefeitura de São PauloGuilherme Boulos (PSOL), Márcio França (PSB), Celso Russomanno (Republicanos) e Bruno Covas (PSDB) – aproveitaram a manhã para votar neste domingo (15), dia do primeiro turno das eleições municipais de 2020. Todos votaram em seções eleitorais localizadas na zona oeste da cidade.

Boulos e França votaram às 10h40 – o candidato do PSOL, na PUC no bairro Perdizes, e do PSB, acompanhado da esposa, em uma escola estadual no Itaim Bibi.

Boulos, que concorre pela coligação Pra Virar o Jogo (PCB/PSOL/UP), O candidato é professor do ensino superior, tem 38 anos e curso superior completo e declarou possuir R$ 15,9 mil em bens. Ele disse que está muito confiante em passar para o segundo turno. “A gente tem feito até aqui uma campanha marcada pela esperança, além de apresentar um projeto novo e ousado para São Paulo”, afirmou, logo após a votação.

França, candidato da coligação Aqui Tem Palavra (PDT/PMN/PSB/Avante/Solidariedade), marcou sua ocupação como “outros”, tem 57 anos e ensino superior completo. Ele declarou ter R$ 272,8 mil em bens. No Twitter, França postou um vídeo, ao lado da esposa, Lúcia, no qual comentou a votação: “Aí, pessoal, acabamos de voltar, viu. Já exercermos nosso direito e nossa obrigação. Vamos lá, todo mundo! Um abração”.

Celso Russomanno votou às 11h13 em um colégio no Jardim Colombo. Ele estava acompanhado de apoiadores. O candidato da coligação Aliança por São Paulo (Republicanos/ PTB) é jornalista e redator, tem 64 anos e ensino superior completo. Ele declarou R$ 1,7 milhão em bens. Russomanno não deu declarações à imprensa, em sua conta no Twitter, até o momento.

Bruno Covas votou às 11h40, acompanhado do governador João Doria e do filho, Tomás, em um colégio particular. O candidato da coligação Todos por São Paulo (PP/MDB/Podemos/PSC/PL/Cidadania/DEM/PTC/PV/PSDB/PROS), que busca a reeleição, tem 40 anos e ensino superior completo. Ele declarou R$ 104,9 mil em bens. “Acabo de exercer o meu direito democrático ao voto, muito feliz. Fizemos uma campanha propositiva, focando nos problemas da cidade, nas soluções que apresentamos durante esta gestão”, afirmou, após a votação.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 15/11/2020 - 13:47

Cotações Crypto
Pela Web