Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Procon quer saber se Backer vendeu cerveja contaminada em São Paulo

15/01/2020 - 18:00
Backer
Contaminação: Backer deve informar se paulistas também receberam lotes da Belorizontina com substância tóxica (Imagem: REUTERS/Washington Alves)

O caso da cervejaria Backer deixou de ser apenas um problema das autoridades de Minas Gerais, onde está localizada. O Procon de São Paulo notificou a empresa, nesta quarta-feira (15), para saber que estabelecimentos compraram cervejas da marca Belorizontina no Estado.

Como se sabe, a empresa admitiu a contaminação de, pelo menos, dois lotes da Belorizontina com uma substância tóxica, o dietilenoglicol.

A Backer tem, agora, 48 horas para esclarecer várias questões enviadas pelo Procon paulista. Entre elas, se a cervejaria vendeu bebidas dos lotes contaminados em São Paulo; se a Backer pretende contatar seus clientes paulistas; se pretende recolher eventuais produtos contaminados e ressarci-los aos compradores.

Veja, a seguir, a íntegra do comunicado do Procon-SP sobre a notificação à cervejaria Backer.

“Considerando as notícias de contaminação de lotes de cervejas Belorizontina comercializadas pela Cervejaria Backer, o @proconsp, vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, notificou a empresa para que esclareça sobre a comercialização de seus produtos a consumidores do Estado de São Paulo.

A cervejaria deverá informar: se efetuou a venda de produtos dos lotes identificados com defeito (bebidas contaminadas), assim como outros produtos da marca, para distribuidores, supermercados, atacadistas ou outros estabelecimentos comerciais localizados no Estado de São Paulo e em qual quantidade; e se vendeu diretamente — por meio de loja física ou virtual — produtos da marca, inclusive dos lotes identificados com defeito, para consumidores residentes em São Paulo.

Foi solicitado também que a empresa esclareça como fará o contato e como será a política de recolhimento dos produtos e a restituição de valores para consumidores residentes no Estado de São Paulo.

A notificação visa resguardar a saúde e segurança dos consumidores paulistas.

A Backer deverá responder ao @proconsp no prazo de 48 horas.”

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Márcio Juliboni - 15/01/2020 - 18:14

Cotações Crypto
Pela Web