Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Produção de petróleo dos EUA deve crescer mais que o esperado em 2020, aponta AIE

14/01/2020 - 17:08
Sonda para exploração de petróleo em Midland, Texas (EUA)
Em 2019, a contagem de sondas de petróleo em atividade nos EUA registrou sua primeira queda anual desde 2016 (Imagem: REUTERS/Jessica Lutz)

A produção de petróleo dos Estados Unidos deve avançar em 1,06 milhão de barris por dia (bpd) em 2020 e atingir um recorde de 13,30 milhões de bpd, disse nesta terça-feira a Administração de Informação sobre Energia (AIE), elevando sua estimativa em relação ao aumento de 930 mil bpd projetado anteriormente.

Para 2021, espera-se um crescimento de 410 mil bpd na produção norte-americana, para 13,71 milhões de bpd, de acordo com a AIE.

“Nós estimamos que a produção de petróleo dos EUA atingirá novos recordes em 2020 e 2021, guiada principalmente pelo aumento da produção na região (da bacia de) Permian no Texas e Novo México”, disse em comunicado a gerente da AIE, Linda Capuano.

“Tanto oferta quanto consumo globais devem aumentar em 2020, com a oferta por produtores não membros da Opep, particularmente EUA, Noruega, Brasil e Canadá, mais do que compensando a menor produção dos países da Opep.”

O “boom do shale” (petróleo não convencional) ajudou a fazer dos EUA o maior produtor de petróleo do mundo, ultrapassando Arábia Saudita e Rússia.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

No entanto, o ritmo do crescimento deve desacelerar até o ano que vem, à medida que em 2020 produtores norte-americanos prosseguem –pelo segundo ano consecutivo– com planos de cortes de custos com novas perfurações.

Em 2019, a contagem de sondas de petróleo em atividade nos EUA, um indicador de produção futura, registrou sua primeira queda anual desde 2016.

Para 2020, a AIE espera que a demanda por petróleo e outros combustíveis líquidos dos EUA cresça em 160 mil bpd, para 20,64 milhões de bpd. A cifra fica abaixo da projeção anterior da agência, que estimava um aumento de 170 mil bpd, para 20,75 milhões de bpd.

Já em 2021 a demanda deve avançar em 70 mil bpd, atingindo 20,71 milhões de bpd, acrescentou a AIE.

Última atualização por Bruno Andrade - 14/01/2020 - 17:08