Produtoras de fertilizantes chinesas vão suspender exportações em meio a oferta apertada

30/07/2021 - 9:04
Fertilizantes
A China é uma grande exportadora global de fosfato, tendo embarcado 3,2 milhões de toneladas de fosfato de diamônio para compradores como Índia e Paquistão no primeiro semestre deste ano (Imagem: Pixabay/barskefranck)

Algumas das maiores empresas de fertilizantes da China afirmaram que vão suspender exportações temporariamente para garantir ofertas no mercado doméstico, disse o órgão estatal de planejamento do país nesta sexta-feira, após os preços dos insumos em um dos maiores produtores de grãos do mundo atingirem níveis recordes.

A China é uma grande exportadora global de fosfato, tendo embarcado 3,2 milhões de toneladas de fosfato de diamônio para compradores como Índia e Paquistão no primeiro semestre deste ano, além de 2,4 milhões de toneladas de ureia, segundo dados alfandegários.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, na sigla em inglês) disse em comunicado que convocou empresas de fertilizantes para uma discussão contra o entesouramento e a especulação. O órgão não identificou as companhias envolvidas.

Analistas, porém, disseram esperar que estatais como Sinofert Holdings, Sinoagri Group, China National Offshore Oil Corp (CNOOC) e China National Coal Group estejam entre as empresas que irão restringir exportações.

Nenhuma das companhias respondeu de imediato a pedidos por comentários sobre o assunto.

O movimento é o mais recente conduzido por Pequim para combater o aumento dos preços de importantes matérias-primas.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 30/07/2021 - 9:04

Cotações Crypto
Pela Web