Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Qualicorp cria comitê de apuração para enfrentar crise desencadeada por Serra e fundador

23/07/2020 - 8:51
Qualicorp
A Qualicorp reitera que a criação do comitê de apuração busca reforçar o seu compromisso com a transparência (Imagem: Rodrigo O.)

O conselho de administração da Qualicorp (QUAL3) aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (22), a formação de um comitê de apuração, para lidar com a crise gerada pela deflagração da operação da Polícia Federal contra o fundador da empresa, José Seripieri Júnior, e o senador José Serra (PSDB-SP).

Segundo o comunicado divulgado, os membros independentes do conselho de administração da companhia, Mauro Teixeira Sampaio, Murilo Ramos Neto e Roberto Martins de Souza, formarão o comitê de apuração.

“O Comitê de Apuração, o qual contará com a ajuda de assessores externos especializados, iniciará seu trabalho com a maior brevidade possível e, ao final de suas atividades, apresentará suas conclusões e recomendações diretamente ao Conselho”, enfatiza a Qualicorp.

Com base nas informações divulgadas publicamente pelas autoridades até o momento, a seguradora informa que os alegados fatos que deram ensejo à busca e apreensão são relacionados às eleições de 2014.

A companhia informa ainda que, em 12 novembro de 2019, realizou uma profunda reformulação da sua administração e, desde tal data, o fundador José Seripieri Filho não ocupa qualquer cargo na administração da empresa e não é um acionista relevante da Qualicorp.

A Qualicorp reitera que a criação do comitê de apuração busca reforçar o seu compromisso com a transparência e com os mais altos padrões de governança corporativa.

Alvos da operação

José Serra
O senador é acusado de usar um caixa 2 de 5 milhões de reais em sua campanha de 2014 (Imagem: Roque de Sá/Agência Senado)

A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral de São Paulo deflagraram nesta terça-feira (21) operação que teve como alvos principais o senador José Serra (PSDB-SP), acusado de usar um caixa 2 de 5 milhões de reais em sua campanha de 2014, e o empresário José Seripieri Júnior, fundador do grupo Qualicorp, que atua na comercialização e administração de planos de saúde coletivos.

De acordo com o MP estadual, Seripieri Jr, um dos alvos de mandado de prisão preventiva, é acusado de organizar o recebimento de doações não contabilizadas para a campanha de Serra ao Senado. A Polícia Federal também faz buscas em endereços do senador em Brasília.

Veja o comunicado da Qualicorp:

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 23/07/2020 - 8:54