Radar do mercado

Petrobras (PETR4), Vale (VALE3), Gol (GOLL4) e outros destaques desta quarta (10)

10 jul 2024, 9:16 - atualizado em 10 jul 2024, 9:16

 

petrobras
Petrobras, Gol e Vale estão entre os destaques corporativos desta quarta-feira (10) (Imagem: Kaype Abreu/Money Times)

Avanço do acordo da Petrobras (PETR4) com a Yara Brasil, esclarecimento da Gol (GOLL4) sobre fusão com a Azul (AZUL4) e processo de seleção de novo presidente da Vale (VALE3) são alguns dos destaques corporativos desta quarta-feira (10).

Confira os destaques corporativos

Petrobras (PETR4) avança em acordo com Yara Brasil para fertilizantes

Petrobras (PETR4) informou nesta terça-feira (9) que assinou com a Yara Brasil Fertilizantes um Master Agreement como próximo passo nas negociações para estruturar uma potencial parceria de negócios no segmento de fertilizantes, produção de produtos industriais e descarbonização da produção.

  • LEIA MAIS: Com o Ibovespa em “apuros”, há ações de muita qualidade em preços extremamente atrativos com recomendação de compra; veja quais no Money Picks

O documento representa um avanço em relação ao memorando de entendimento assinado em fevereiro para estudar potenciais parcerias de negócios. Na próxima fase, Petrobras e Yara finalizarão em conjunto a análise sobre as potenciais sinergias entre suas operações.

Petrobras (PETR4) quer investir na Bolívia em busca de gás competitivo para indústria

Petrobras (PETR4) quer ampliar investimentos no setor de gás natural na Bolívia, afirmou nesta terça-feira a presidente, Magda Chambriard, ponderando, no entanto, que tais aportes precisam ser capazes de expandir a oferta do insumo boliviano ao Brasil com preços competitivos para atender uma demanda crescente da indústria.

Ao se apresentar no Fórum Empresarial Bolívia-Brasil, na cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra, Chambriard destacou que a produção de gás boliviana atingiu um pico de cerca de 60 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) por volta de 2014, sendo metade desse volume operado pela Petrobras, antes de entrar em declínio.

A subsidiária Petrobras Bolívia, como operadora, chegou a ser responsável por 60% da produção total de gás boliviano entre 2007 e 2011, destacou.

Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) esclarecem possíveis acordos

Gol (GOLL4) esclareceu, na terça-feira (09), questionamento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre notícia do Valor Econômico que informava que a Azul (AZUL4) teria sinalizado a fundos de investimento que iria apresentar uma proposta à Corte de Nova York, em até três meses, de junção dos negócios com a Gol.

No comunicado enviado ao mercado, a Gol destaca que o Grupo Abra — controlador da companhia aérea — está em discussões com a Azul para explorar potenciais oportunidades relacionadas à companhia. Contudo, pontua que um possível acordo entre as partes não seria vinculante para a empresa.

Azul, também em comunicado de esclarecimento ao mercado, destacou estar atenta às dinâmicas estratégicas do setor aéreo e a possíveis oportunidades de parcerias, podendo como prática regular contratar consultores para apoiar a empresa nesses esforços.

Vale (VALE3) comunica sobre processo de seleção de novo presidente

A Vale (VALE3) informou ao mercado que a empresa Russell Reynolds, contratada pelo conselho de administração da companhia, segue desempenhando os serviços de assessoria para a seleção do novo presidente.

A mineradora esclareceu que ainda não há definição pelo conselho de administração sobre a lista de candidatos e reitera que manterá o mercado informado a respeito de evoluções relevantes sobre a definição do novo CEO.

Moura Dubeux (MDNE3): Lançamentos chegam a R$ 637,3 milhões no 2º trimestre

Moura Dubeux (MDNE3) lançou quatro projetos no segundo trimestre, totalizando um valor geral de vendas (VGV) líquido de R$ 637,3 milhões, em uma alta de 7,3% na base anual, de acordo com prévia operacional divulgada nesta terça-feira (9).

Com isso, o valor geral de vendas líquido na primeira metade do ano bateu R$ 984 milhões líquidos, avanço de 16,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

*Com Reuters

Repórter
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Formada em jornalismo pela Universidade Nove de Julho. Foi redatora na área de marketing digital por 2 anos e ingressou no Money Times em 2022.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.