Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Radar do mercado: O que importa para a bolsa nesta quinta, segundo 4 analistas

Kaype Abreu
13/01/2022 - 9:34
Ibovespa, Mercados, Ações
Na China, o índice de Hang Seng encerrou o dia em alta de 0,1%. (Imagem: Diana Cheng/Money Times)

A divulgação do índice de preços ao consumidor (PPI) nos Estados Unidos, a ômicron e a pressão dos servidores sobre o governo brasileiro são alguns dos principais temas monitorados pelo mercado nesta quinta-feira (13).

O Ibovespa futuro caía 0,58% pela manhã, após as bolsas internacionais amanhecerem sem movimentos expressivos, enquanto investidores digerem os dados da inflação ao consumidor (CPI) americana, a 7% no acumulado anual, maior valor desde 1982.

Na China, o índice de Hang Seng encerrou o dia em alta de 0,1%, em um pregão marcado por realização de lucros após a sequência de ganhos das empresas de tecnologia e o retorno das preocupações com a pandemia.

Veja o que importa para o mercado hoje, segundo quatro corretoras:

XP: Atenção voltada ao PPI

A XP Investimentos comenta que as atenções estarão novamente voltadas para algumas publicações nos EUA, com destaque para o PPI.

A corretora também chama a atenção para a divulgação dos pedidos iniciais de seguro-desemprego na semana encerrada em 8 de janeiro, além da audiência de confirmação de Lael Brainard como vice-presidente do Fed perante o Comitê Bancário do Senado.

Ágora: Bolsa no exterior tende a pesar sobre Ibovespa

A Ágora Investimentos diz que os sinais negativos das bolsas no exterior tendem a pesar nos ajustes da B3.

Segundo a corretora, os investidores devem repercutir ainda nos juros e câmbio os dados de serviços prestados no país, apoiado no aumento da mobilidade no mês. O comentário foi antes da divulgação do indicador, que cresceu 2,2% em novembro, ante projeção de alta de 0,2%.

Ontem, após o recuo do dólar pelo segundo dia seguido, as taxas curtas e longas cederam e a curva de juros manteve a precificação de um aumento de 1,5 ponto percentual da Selic em fevereiro, e já mostra apostas quase unânimes em redução do ritmo de aperto em março, para 1 ponto percentual.

BB: Pressão dos servidores

Para o BB Investimentos, os agentes de mercado seguem monitorando a movimentação do funcionalismo público federal quanto à não previsão de reajuste salarial este ano.

“O tema segue gerando preocupações por possíveis novos impactos nas contas públicas e eventuais pressões inflacionárias, dado que já há sinalizações de paralização de algumas categorias a partir da próxima semana”, diz.

Terra: Ômicron no Brasil

A Terra Investimentos destaca o avanço da ômicron no Brasil, com o risco de desabastecimento de insumos para testes.

A corretora lembra que chegou na madrugada de hoje lote com 1,2 milhão de doses de imunizantes pediátricos da Pfizer no aeroporto de Viracopos em Campinas.

A casa também destaca que o governo de São Paulo recomendou redução da capacidade em 30% do público para grandes eventos, como show, festas, atividades esportivas e outras atividades que gerem aglomeração.

Última atualização por Kaype Abreu - 13/01/2022 - 9:34

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto