Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Raia Drogasil: plano de expansão é positivo, mas insuficiente para valorizar as ações

01/10/2020 - 16:38
Mesmo adotando uma perspectiva construtiva sobre o futuro da Raia Drogasil, a XP Investimentos manteve a recomendação neutra da ação por enxergar um potencial de alta limitado para os papéis (Imagem: Money Times/Vitória Fernandes)

A estratégia da Raia Drogasil (RADL3) de se transformar em uma plataforma integrada de saúde vai alavancar o crescimento da empresa, afirmou a XP Investimentos. Na reunião anual com analistas e investidores, realizada nesta quarta-feira (30), a companhia lançou um marketplace com produtos e serviços próprios e de terceiros ligados ao setor de saúde. Criada para ser canal completo, a plataforma também permitirá a realização de testes e exames, além de serviços de telemedicina.

A criação do marketplace é um dos três principais pilares do plano estratégico da Raia Drogasil para 2025. Além do processo de integração e do novo canal, a empresa de farmácias pretende mudar a proposta de valor das suas unidades, transformando lojas de saúde curativa em lojas de saúde preventiva.

“O evento deixou claro que a companhia está bem posicionada como potencial consolidadora do mercado de varejo farmacêutico, com diversas avenidas de crescimento a serem exploradas na jornada de saúde dos clientes como um todo”, comentou Pedro Fagundes, analista de Varejo da XP.

Mesmo adotando uma perspectiva construtiva sobre o futuro da companhia, a corretora preferiu manter a recomendação neutra da ação por enxergar um potencial de alta limitado para os papéis. O preço-alvo indicado é de R$ 22,40 ao fim de 2020.

Expansão

Outro destaque do plano da Raia Drogasil é a meta de abrir 240 lojas por ano em 2021 e 2022. As novas unidades serão abertas em outras regiões do Brasil além de São Paulo.

O Safra, que também participou do evento, reiterou sua visão positiva sobre a Raia Drogasil e aprovou a estratégia adotada por ela.

“A companhia espera manter seu sólido crescimento, com as lojas maduras subindo acima da inflação enquanto são suportadas pelo avanço digital”, afirmaram Guilherme Assis e Felipe Reboredo, autores do relatório divulgado pelo Safra aos clientes.

O banco espera uma diluição das despesas por conta da alavancagem operacional, mas também vê pressão na margem bruta por conta do aumento das promoções digitais e dos investimentos para viabilizar o marketplace.

Pelo mesmo motivo da XP, o Safra continuou com a recomendação neutra da ação e o preço-alvo R$ 25 ao fim de 2021.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 01/10/2020 - 16:46