AgroTimes

Raízen (RAIZ4): XP vê antecipação de receitas do E2G como positiva e prevê impulso para ação

16 mar 2024, 10:00 - atualizado em 15 mar 2024, 17:36
raízen e2g
A XP Investimentos corretora projeta um impulso para as ações da Raízen, já que a medida aborda a principal preocupação deles para a ação(Imagem: Raízen)

A Raízen (RAIZ4) informou seus acionistas nesta semana que celebrou “operação comercial” para antecipação de receitas futuras vinculadas a contratos de longo prazo de etanol de segunda geração (E2G).

O acordo soma US$ 617 milhões, e o dinheiro servirá para “sustentar o investimento necessário para a construção das plantas, no âmbito do Programa de E2G”.

De acordo com a XP Investimentos, que vê o anúncio como positivo, o acordo foi feito com uma trading (não revelada) cuja contraparte é a Shell, que pagará o valor à companhia assim que o volume de 672 milhões de litros for entregue pela Raízen.

Dessa maneira, a corretora projeta um impulso para as ações, já que a medida aborda a principal preocupação deles: o elevado plano de capex para os próximos anos e seu consequente impacto na alavancagem da empresa.

Por outro lado, a XP ainda vê riscos de execução relevantes, uma vez que a antecipação está relacionada a uma quantidade total de 672 milhões de litros de E2G, enquanto a capacidade atual da Raízen é de 112 milhões de litros.

A XP estima que o contrato ofereceu um piso de preço em torno de 1.090 euros por m³, com um desconto implícito não tão significativo no contrato. No caso de os preços futuros ultrapassarem o piso de preço firmado no contrato, a trading receberá US$ 617 milhões por um volume inferior a ~672 milhões de litros, enquanto a diferença será compartilhada entre a Raízen e a Shell.

O plano de E2G da Raízen

A Raízen tem atualmente duas plantas de E2G, com capacidade total de 112 milhões de litros. A empresa pretende chegar a oito plantas até 2027, com uma capacidade total de 686 milhões de litros, a fim de atender a uma demanda crescente por combustíveis sustentáveis de aviação (SAF), extraindo mais valor de seus campos de cana-de-açúcar e aumentando as iniciativas de captura de carbono.

A Raízen já fechou 4,3 bilhões de euros em contratos de exportação de E2G, sendo o principal cliente a sua acionista Shell. O anúncio da antecipação resolve parcialmente a principal preocupação da XP com a tese de investimento, o alto plano de capex para os próximos anos, uma vez que cada planta tem um custo de R$ 1,2 bilhão.

Repórter
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Formado em Jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Atua como repórter no Money Times desde março de 2023. Antes disso, trabalhou por pouco mais de 3 anos no Canal Rural, onde atuou como editor do Rural Notícias, programa de TV diário dedicado à cobertura do agronegócio. Por lá, também participou da produção e reportagem do Projeto Soja Brasil e do Agro em Campo.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.